Jump to content

All Activity

This stream auto-updates     

  1. Last week
  2. Marcosviolao

    Soundport

    Lúcio Jacob tá chegando , já cortei! Além do retorno, o violão ganha mais volume...
  3. Dilson

    Soundport

    Não há mudança no timbre, o soundport apenas serve como um "retorno". é algo interessante sim, mas para quem não tem pena de recortar um jacarandá...rss
  4. Marcosviolao

    Soundport

    Quem inventou???
  5. Jefferson Garrido

    Violão disponível para pronta entrega

    Violão Garrido ano 2017 n° 119 preço especial. Tampo: Abeto envelhecido 12 anos Fundo e laterais: Jacarandá Indiano AAA Braço: Cedro (30 anos) Escala: Ébano AAA Cavalete: Jacarandá da Bahia Imperial Estojo: Madeira térmico Tarraxas: Condor luxo Acabamento: Laca de nitrocelulose Comprimento de corda: 650 mm Pestana e rastilho: Osso Violão com sonoridade muito aberta em excelente estado de conservação apenas com pequenas marcas superficiais. Fotos no meu blog: violoesgarrido.blogspot.com Informações pelo e-mail: violoesgarrido[ARROBA]gmail.com ou pelo telefone (WhatsApp) (11)9.7663.8778 Obrigado a todos
  6. Eugenio

    Cd Paulo Bellinati e Marco Pereira

    Uma coisa que me chama a atenção é que certos violonistas parecem fazer esforço pra tocar e isso afeta a nossa percepção da música. Mas se você fechar os olhos e apenas ouvir, vai perceber que a música está fluindo sem problema nenhum. Julian Bream é um exemplo famoso de violonista que parecia estar se matando pra tocar, mas ele soa bem melhor se você parar de olhar pra cara de dor-de-barriga que ele fazia. Esse vídeo que eu postei também é parecido, ouça sem a imagem, depois assista. A percepção auditiva é influenciada pelo aspecto visual.
  7. Maurício Roberto

    Marcos Kaiser - Choro nº 1

    Que pérola, Eugenio. Valeu!
  8. Maurício Roberto

    Cd Paulo Bellinati e Marco Pereira

    Eu gostei muito do disco, e das versões ao vivo que vi, mas da pra perceber que o Bellinati está se esforçando bastante, parece que está lutando pra tocar em algumas partes (e de repente está mesmo. Pode ser que não esteja aquecido o suficiente, e tem noites e noites. Vai saber...). Mas no geral acho que o resultado ficou muito legal, e bem diferente, como já apontado, dentro do violão brasileiro. Ele conseguiu contornar um baita problema e criar um som novo, dele. Um cara com a cabeça mais fechada nem consideraria. Parabéns ao mestre!
  9. Earlier
  10. Eugenio

    Cd Paulo Bellinati e Marco Pereira

    É só parar de comparar com o Bellinati solista de violão clássico, que realmente era uma total anormalidade. Mas ele encontrou uma sonoridade e musicalidade legal com o violão de seresta, uma coisa bem peculiar dentro do universo do violão brasileiro. E o disco ficou muito bom!
  11. Dilson

    Cd Paulo Bellinati e Marco Pereira

    Perdoem a heresia, mas infelizmente depois da distonia, não consigo mais ouvir o Paulo Bellinati.
  12. Dilson

    PARTITURAS BRASILEIRAS ONLINE

    Valeu, passei batido, vou olhar com calma que essa parte muito me interessa..rss obrigado.
  13. rods

    Cd Paulo Bellinati e Marco Pereira

    Legal. Vi que está na Apple Music. Já baixei para ouvir depois. Suponho que também esteja no spotify. Havia procurado antes mas não estava disponível. Rodrigo
  14. Eugenio

    Cd Paulo Bellinati e Marco Pereira

    Eu finalmente ouvi o disco e adorei. É diferente, o repertório mistura trabalhos autorais dos dois e também arranjos para canções bem conhecidas. É um duo bem pensado que leva em conta as diferenças de técnica e sonoridade dos dois. Paulo Bellinati sola mais por motivos óbvios, mas Marco Pereira também sola bastante. O disco tem molho, balanço, tranqüilidade, gostei muito. Tem baião, forró, chula (samba de roda), valsa, jongo, choro. Um clipezinho do programa Senhor Brasil:
  15. rods

    PARTITURAS BRASILEIRAS ONLINE

    Dilson, os volumes 5, 6 e 7 de música popular são dedicados à viola. Tem um texto com fotos falando de vários tipos de viola usadas no Brasil (esse material se repete nos três songbbooks) e depois várias partituras de viola. Rodrigo
  16. Dilson

    PARTITURAS BRASILEIRAS ONLINE

    Alguém já tinha postado, qual o link específico vc viu para viola? não achei.
  17. Jefferson Garrido

    Violão disponível para pronta entrega

    Violão vendido. Obrigado a todos
  18. rods

    PARTITURAS BRASILEIRAS ONLINE

    Vi que tem coisas novas no site. Incluindo coisas sobre violão e violas. Rodrigo
  19. Jefferson Garrido

    Violão disponível para pronta entrega

    Oferta especial de Natal!!! Último violão disponível para pronta entrega do ano!!! Configuração: Tampo: Abeto envelhecido 10 anos Roseta: Artesanal Japonesa Fundo e laterais: Jacarandá Baiano (30 anos) Braço: Cedro (30 anos) Cavalete: Jacarandá Baiano Estojo: Madeira térmico Tarraxas: Condor luxo Acabamento: Laca de nitrocelulose Comprimento de corda: 650 mm Pestana e rastilho: Osso Gravação com o instrumento: https://www.youtube.com/watch?v=EKlqYAOOLjk Fotos no meu blog: https://violoesgarrido.blogspot.com/2018/10/violao-garrido-6-cordas-tradicional.html Outras Informações e valores pelo e-mail: violoesgarrido[ARROBA]gmail.com ou pelo telefone (WhatsApp) (11) 9.7663.8778 Obrigado a todos
  20. Marcosviolao

    Marcos Kaiser - Choro nº 1

    Marcello é 7 cordas de cair o queixo, o cara faz belíssimos acompanhamentos e ainda sola que é uma beleza!!!
  21. Eugenio

    Marcos Kaiser - Choro nº 1

    Eu também sou fã do Marcos Kaiser, um dia ainda paro pra aprender "O Dia em Que Bach Chorou". Violão de 7 com Cavaco no Choros No 1 do Villa já foram usada pelo Marcello Gonçalves e Henrique Cazes em 2002.
  22. Maurício Roberto

    Marcos Kaiser - Choro nº 1

    Boa noite galera! Acho que muita gente aqui deve conhecer o trabalho do Marcos Kaiser. Excelente músico, gente finíssima, e certamente possui um dos melhores canais de violão do YouTube. O foco dele é principalmente divulgar o violão brasileiro. Ele tocou o Choro nº1 de uma maneira inusitada, acompanhado do cavaco. Eu adorei. Um frescor para essa linda peça! https://www.youtube.com/watch?v=VMaVHdYpiOs
  23. Maurício Roberto

    Brasil toca Choro - Violões

    Programa sensacional! E canal bacana, dedicado exclusivamente ao nosso choro!
  24. Eugenio

    Brasil toca Choro - Violões

    Só tem monstro... 😲😄👍
  25. CarlosEdu

    Brasil toca Choro - Violões

    Assisti esse ontem, sensacional, qualidade audio visual impecável. Semana passada vi o outro sobre Pixinguinha... Muito legal um espaço nesse nivel para a nossa música.
  26. Conseguir uma cópia do novo disco do Choro de Bolso foi uma novela de desencontros, mas finalmente aconteceu e teve um final feliz! Pra quem ainda não sabe, o Choro de Bolso é a excepcional dupla de violão e flauta formada pelo Marcos Canduta e Débora Gozzoli. Ao todo são 15 faixas, todas de autoria do Canduta (com 3 parcerias de letristas), o que obviamente significa muito, falo sobre isso com mais detalhes no final. A primeira impressão está no trabalho gráfico do CD. Streaming e MP3 eliminaram a graça de manusear e ler o encarte, algo que eu sempre adorei, de modo que a dificuldade e a espera para conseguir uma cópia física valeu a pena! As fotos da capa e do encarte revelam a idéia por trás do álbum logo de cara. É uma reverência ao tempo de glória do choro e das valsas brasileiras, preservando o espírito sem saudosismo e fazendo tudo com tecnologia digital e atenção impecável aos detalhes, como se pode ver nos sapatos brilhantes que o Canduta e a Débora calçaram para tirar as fotos. 🙂 As faixas são: 01. Calladinho - O álbum abre com uma batida de de maxixe no violão inspirado no estilo de Joaquim Antônio Callado (daí o nome da música) e abre o caminho para a Débora introduzir a sua flauta mágica. 02. Espumante - Choro tradicional, com um título bem sugestivo, que parece ser uma extensão natural da faixa anterior, é até difícil notar quando uma acaba e a outra começa, exceto que a segunda faixa introduz o pandeiro de Kleber Serrado 03. Entidade - A única oportunidade de ouvir o Canduta tocar um pouco de violão solo, faz a gente querer mais. Começa com uma leve sugestão flamenca, mas fica abrasileirada rapidinho 04. Partida - Valsa ligeiramente melancólica, como o nome sugere 05. O Doutor e a Professora - Choro bem no estilo início do século XX, tocado com bastante molejo 06. Momentos - Primeiras participações especiais de Aleh Ferreira no bandolim, Pablo Peres no cello e Kleber Serrado no pandeiro. Outro choro que soa como reverência à essa riquíssima tradição brasileira 07. Esperando - Funciona quase como um encadeamento com o choro anterior, mas sem os convidados especiais, o que mostra o cuidado na hora de escolher a sequencia das faixas 08. Rosa Branca - Aqui o disco muda um pouco de figura e entra um samba com letra de Paulo Maymone, seguindo a linha de reverência, desta vez a Iemanjá, Orixá das Águas e dos Mares. Voz e pandeiro de Kleber Serrado 09. Docinho - Apenas flautas, algo que a gente não vê todo dia, é a oportunidade da Débora brilhar e ela faz gol de placa com todas as flautas 10. Valsa Afetiva - Participação especialíssima do Duo Siqueira Lima, que junto o Canduta fazem parecer que tem um quarteto de violões 11. Tatu Voltou - Talvez o choro mais virtuoso do disco, participação magistral de André Mehmari, que toca como se tudo fosse fácil, improvisado e descontraído 12. Dolente - Choro que traz novamente o bandolim de Aleh Ferreira, essa me pareceu a faixa com o tom mais nostálgico e denso do álbum 13. Valsa Noroeste - Valsa com uma letra romântica, com imagens bem intensas que falam de tempestades, letra de Manoel Herzog e Mateus Sartori na voz 14. Sortuda - Participação especial de Lincoln Antonio no acordeon, também entra o triângulo de XXX, mas apesar da combinação dos instrumentos, continua soando como choro 15. Na Realejo - Começa com valsa, vira choro, volta à valsa, vira choro de novo, a letra de Manoel Herzog fala de temas que o título da faixa propõe, a cultura perdida do realejo. Kleber Serrado é quem canta Se eu tiver que ser bem chato, a minha única reclamação vai para a engenharia de som que colocou o violão do Canduta no fundo e com som mais pro "fosco". Merecia mais destaque, pois ele tem um som bonito e bem articulado. Também devia solar mais. 🙂 Conforme eu mencionei antes, o disco é todo autoral, a única coisa a fazer é tirar o chapéu, pois as músicas têm um manancial de idéias que foram realmente pensadas para tocar em conjunto. Os convidados foram escolhidos a dedo e acrescentam ainda mais brilho ao que já pareceria superlativo. Obviamente, eu tenho as minhas faixas favoritas, mas vou guardar essa parte como segredo! Bravo!!!
  1. Load more activity
×