Jump to content

All Activity

This stream auto-updates     

  1. Today
  2. Yesterday
  3. Jefferson Garrido

    Vendo Tessarin 2001 Abeto/Baiano

    Violão vendido.
  4. Last week
  5. Jefferson Garrido

    Vendo Tessarin 2001 Abeto/Baiano

    Vendo violão Tessarin Ano: 2001 Número: 376 Tampo: Abeto Fundo e laterais: Jacarandá Baiano Braço: Cedro Escala: Ébano Cavalete: Jacarandá da Bahia Estojo: Madeira térmico Tarraxas: Schaller Acabamento: PU Comprimento de corda: 650 mm Pestana e rastilho: Osso Violão com sonoridade muito madura e em excelente estado de conservação. Valor: R$ 8.000,00
  6. samuca.ti

    Livro Duplicado, vou doar

    chegou o livro, excelente. muito obrigado [ARROBA]Neptuno
  7. samuca.ti

    Livro Duplicado, vou doar

    boa tarde, o livro voltou para vc, vc informou o endereço errado.
  8. Earlier
  9. fabiano borges

    Eu sei que vou te amar (Tom Jobim)

    Valeu, Marcão!
  10. Marcosviolao

    Recordando Nazareth

    Bravooooooooo!!!
  11. Marcosviolao

    Eu sei que vou te amar (Tom Jobim)

    Muito bom👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻
  12. Dr.Pacheco

    João Gilberto despejado

    Já tem mais de um ano que, de vez em quando, saiu uma matéria nesse teor sobre o João Gilberto. Ao que tudo indica, aproveitaram (algum ou alguns) da situação e da grana dele até quando deu. Uma hora a coisa estourou. Desde quando surgiram, no ano passado, essas notícias já ficava claro a briga familiar que tava rolando. A impressão que fica, para quem tá de fora, é essa. Mas, é triste ver um ícone da música brasileira nessa situação toda.
  13. samuca.ti

    Livro Duplicado, vou doar

    email: samuca.ti[ARROBA]hotmail.com
  14. samuca.ti

    Livro Duplicado, vou doar

    enviei no privado, obrigado
  15. Neptuno

    Livro Duplicado, vou doar

    Samuel, mande endereço, eu remeto o vlivro e depois informo o valor a me reembolsar.
  16. samuca.ti

    Livro Duplicado, vou doar

    tenho interesse, obrigado luthier samuel filho
  17. Neptuno

    Livro Duplicado, vou doar

    Tenho aqui o livro "Acoustic Guitar Making" do Brian Forbes, um clássico de Luthieria, que comprei duplicado e não consegui devolver. Mando para quem estiver disposto a pagar o frete. Alerto os amigos que para aproveitar este livro é necessário um bom domínio da lingua inglesa.
  18. Caros amigos, Segue o projeto com vídeo novo toda segunda. Hoje é mais uma homenagem ao Jobim. Abraços. https://www.youtube.com/watch?v=TB8ADThSZXU&lc=z22tg13olzjusbqx104t1aokg4wh45f52i1rn0gknm4rbk0h00410
  19. Dilson

    Silvio Santisteban, alguém conhece?

    ????? Alguém pode explicar o que está havendo? rss
  20. Tônia

    Silvio Santisteban, alguém conhece?

    Quanta hipocrisia
  21. Dilson

    Alessandro Penezzi - O "Garoto" da atualidade

    Concordo com o Marcos, acho surreal alguns preços praticados.
  22. Marcosviolao

    Alessandro Penezzi - O "Garoto" da atualidade

    Falei com Pirajá, 10 mil com jacarandá indiano, baiano 12 mil, muito caro pra um luthier recém chegado...
  23. Guilherme Cruz

    Recordando Nazareth

    Fala pessoal! Tá aqui minha interpretação da Recordando Nazareth! Críticas são sempre muito bem vindas!
  24. Dilson

    João Gilberto despejado

    O problema é que ele foi um cara que sempre preferiu se isolar, se afastou das pessoas. Muito triste ver tudo isso, principalmente essa briga dentro da família.
  25. Eugenio

    João Gilberto despejado

    Muito triste ver isso. Virou zona dentro da família. Cadê a turma que idolatrava JG nos tempos antigos? Ninguém aparece pra ajudar na hora do aperto? 😐 http://entretenimento.band.uol.com.br/famosos/noticias/100000911901/situacao-de-joao-gilberto-e-de-miserabilidade-diz-advogada-.html
  26. Maurício Roberto

    Alessandro Penezzi - O "Garoto" da atualidade

    Será que é tanto assim? Talvez o modelo dele, mas certamente o Pirajá deve ter outros modelos bons e mais "em conta". O Edson Lopes também tem um violão dele.
  27. Maurício Roberto

    Alessandro Penezzi - O "Garoto" da atualidade

    Penezzi é monstro! Referência total. Aqui, informalmente, ele testando um violão bem simples e tirando uma sonzeira. https://www.youtube.com/watch?v=VB8Nk4GFL4M
  28. Sábados Musicais no MAB É com alegria que estou divulgando apresentações que acontecerão todos os sábados do mês de maio de 2018 no horário de 15hs no Museu de Arte da Bahia (MAB) que fica localizado na Av. Sete de Setembro 2340 - Corredor da Vitória, Salvador - BA. Dispõe de estacionamento gratuito. A entrada é franca. Coordenação de Felipe Rebouças e Adriano Oliveira (Músicos Violonistas da UFBA) Programação: 05/05 - VLADIMIR BONFIM 12/05 - ADRIANO OLIVEIRA 19/05 - DIEGO ESTEVES 26/05 - GRUPO TOQUE BRASILEIRO VLADIMIR BONFIM Brasileiro e natural de Salvador, Vladimir Bomfim é instrumentista, compositor, arranjador e produtor, tendo desenvolvido projetos autorais e interpretativos dos mais diversos. Seu trabalho já foi premiado nacional e internacionalmente além de tê-lo levado a residir na França e na África divulgando a música brasileira entre os anos de 2000 e 2013. Participou de produções com o teatro, dança e grandes formações tais como a Opéra National de Strasbourg, Orquestra Sinfônica da UFBA, Camará Ensemble, Orchestre Philharmonique de Strasbourg, já tendo trabalhado em colaboração com compositores, diretores e intérpretes como, Gaël le Billan, Ivan Fedele, Aldo Brizzi, Lia Robatto, Fernando Fiszbein, Jan-Lathan Koenig, Duo Robatto, Niel Beardmore, Sylvain Courtney, Philippe Mouratoglou, entre outros. Sua polivalência o levou a atuar com o cinema, teatro e diferentes universos musicais, como na colaboração com Lia Robatto para a estréia da peça "Matavirgismo" (1997), com France 3 Télévision para compor para a trilha sonora do documentário franco-brasileiro "Emilio de Howald" (França, 2003), já tendo sido convidado de festivais como o Festival de Jazz de Vandoeuvre (Vandoeuvre/França, 2012), do 1° Rencontre Franco-Argentine de Musique Contemporaine (Paris/França, 2006), 3° Festival Internacional Vital Medeiros (São Paulo, 2009), Festival Teranga (Nancy/França, 2008 e 2010), Festival MAB (Música de Agora na Bahia, Salvador, 2014), e do II Festival Internacional de Músicas Exploratórias (São Paulo, 2014). Foi diretor de Festivais como Violão no Vila, (Teatro Villa Velha -2000), I Festival de Guitare de Laneuveville, (Nancy/França – 2009) e Festival de Violão Cristina Tourinho (UFBA, 2015/2016). Foi membro fundador da Orquestra de Cordas Pinçadas da UFBA (1998) e coordenou e fundou junto ao NEOJIBA (Núcleo de Orquestras Infanto-Juvenis da Bahia) o núcleo da Orquestra de Cordas Dedilhadas NEOJIBA (produção executiva, regência, formação musical e arranjos). Enquanto intérprete, obteve 1° prêmio do "VIII Concurso Nacional Souza Lima" (São Paulo, 1997), 2° prêmio do "II Concurso Nacional Musicales" (São Paulo, 1998), 2° prêmio do "III Coucours International de Fontainebleau" (França, 2001), 2° prêmio do "IV Concours International Forêt d'Orleans" (França, 2001) e 2° prêmio do "II Concours National de Ceyzeriat" (França, 2002) ADRIANO OLIVEIRA Nasceu em Salvador-BA no ano de 1983. Aos 14 anos interessou-se pelo violão começando pela música popular, principalmente fazendo acompanhamento de canções, mas logo ficou fascinado por solos, especialmente do violão clássico. Em 2003 participou das Oficinas de Violão da Universidade Federal da Bahia (UFBA), para no ano seguinte ingressar na Graduação em Instrumento (Violão) nesta mesma Universidade. Estudou com a Professora Dra. Cristina Tourinho e com o Professor Dr. Mario Ulloa, tendo se formado em 2008. Entre os anos de 2009 e 2011 foi tutor de um curso de Licenciatura em Música modalidade EaD oferecido pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), no qual trabalhou produzindo materiais para o ensino de violão e atuou no polo presencial de Irecê-BA. Em 2011 retornou para Salvador para assumir o cargo Músico-Violonista da UFBA e desde então atua como membro da Orquestra de Violões e ministra aulas nos cursos de Extensão. Em 2015 concluiu o Mestrado Profissional em Música pela UFBA, na área de concentração Educação Musical, sendo o título do seu trabalho: Iniciação ao violão utilizando acompanhamento de canções - Uma Proposta Metodológica, tendo como orientador o Professor Dr. Robson Barreto DIEGO ESTEVES Natural de Recife-PE, Diego Esteves iniciou seus estudos em música aos 13 anos no Conservatório Pernambucano de Música - CPM. Aos 14 anos ganhou o 3º prêmio no I Concurso de Violão do CPM. Desde 2012 mora em Salvador- BA, onde estuda sob orientação do prof. Dr. Mario Ulloa na UFBA. Apresenta-se regularmente como integrante e solista da Orquestra de Violões da UFBA, além de recitais solo e música de câmara. Desde 2013 é bolsista do Programa Permanecer (Monitoria Orquestra de Violões) sob orientação do prof. Dr. Robson Barreto e mais recentemente integra o grupo de música contemporânea Camará Ensemble. Participou de importantes festivais de música como o II Seminário de Violão José Carrión, Recife-PE (2010), Festival em homenagem aos 50 anos de carreira do violonista Pernambucano Henrique Annes, Recife-PE (2010), I e II Festival de Violão da UFBA “Cristina Tourinho”, Salvador-BA (2015 / 2016), XXXI Festival Internacional de Inverno da UFMS-RS (2016), Festival de Música de Santa Catarina – FEMUSC (2018). Em Fevereiro de 2016 foi finalista do I Concurso Sul-americano de violão de Corumbá-MS e no mesmo ano ganhou uma Menção Honrosa “Amigo de la Guitarra” no XIV Concurso Internacional de Guitarra do Uruguai (Atlântida-Uruguai). Em Outubro de 2017 foi um dos 5 finalistas do VIII Concurso Nacional de Violão Fred Schneiter, Rio de Janeiro. Dentre diversos masterclass que participou, destacam-se importantes violonistas como Álvaro Pierri, Eduardo Isaac, Luis Orlandini, Tino Andersen, Gilson Antunes, Glauber Rocha, Vladimir Bonfim, Thiago Colombo, João Paulo Figueirôa, João Carlos Victor e Mariam Renno-Boccali. GRUPO TOQUE BRASILEIRO Formado por Bernardo Manso (bandolim), Paulo Victor(cavaquinho), Antônio Carlos (Violão), José Carlos Reis (Violão 7 cordas) e Jefferson Argôlo (Percussão), desde 2015 o conjunto vem desenvolvendo um trabalho que evidencia a riqueza da música popular instrumental brasileira com um repertório que vai desde os clássicos do choro e frevo, até o samba-jazz. Em 2016 o grupo se apresentou em um dos mais importantes festivais de música da Europa, o SEPTEMBRE MUSICAL-MONTREUX-VEVEY (Suíça). Atualmente o grupo vem desenvolvendo seu trabalho nos principais espaços culturais da cidade de Salvador.
  29. Marcosviolao

    Raphael Rabello - O violão em erupção

    Esse é outro que nem as filhas dele sabem que foi lançado...
  1. Load more activity
×