All Activity

This stream auto-updates   

  1. Past hour
  2. Eu uso Augustine, reconheço que encordoamentos mais nobres diminuem em muito essa diferença, mas nunca vi a sol soar como as outras.
  3. Parabéns pelo arranjo de Alguém me Disse, muito bonito.
  4. Marcos, tem no site do Dori, mas afinação que ele fez no violão acho que mi das primas deve ficar frouxa demais.... http://www.doricaymmi.com/porto.php
  5. Today
  6. Olá Dilson, já reparei algumas vezes isto, mas comecei a utilizar encordoamentos mais nobres em meus violões e a diferença da corda Sol pelo menos pra mim não existe mais. Qual encordoamento você utiliza e qual violão? Abs,
  7. Grande Carlos, Você sempre delicado nas palavras. Fico feliz, obrigado!!!
  8. Música linda!!! Você tem a partitura da melodia???
  9. Já que estamos nesse universo baiano..rss Marco, faça um arranjo para a música Porto do Dori Caymmi para violão solo. Acho essa música lindíssima....
  10. Sensacionais, mestre e aluno mostrando a beleza do violão brasileiro e a eficiência da musicalidade baiana ao mundo violonistico. Conviver de perto com o amigo e prof de violão Marcos César; ouvindo mensalmente os detalhes de seus arranjos, é me senti privilegiado em saber que a Bahia é capaz de produzir músicos de tamanha competência e musicalidade: Bravos!
  11. Boa noite amigos! Dois arranjos que fiz: O primeiro, talvez seja inédito para violão solo, pesquisei e não encontrei nada. O segundo, me baseei por Rabello, mas é diferente. abraço a todos!
  12. Last week
  13. Como este tópico se refere ao Sérgio Abreu, vejam que timbre bonito desse exemplar.
  14. Em princípio confesso que estou muito satisfeito com o meu violão, a corda sol soa muito bem, porém não responde tão bem como as outras cordas do violão. Já toquei em vários violões de autor, uns excelentes outros nem tanto, mas não me recordo de nenhum que a corda sol se destacasse. Alguém já tocou em algum violão com essa qualidade? Ou será que isso é tão intrínseco ao nosso instrumento que o jeito é nos acostumarmos?
  15. Isso mesmo, o format "D" que deixa o braço mais gorducho. Tem gente que gosta. Até onde me consta, é a tradição Torres/Hauser. Violão de aço e guitarra trabalham com braço mais fino, violão clássico demorou pra perceber que isso podia trazer vantagens. O mesmo se aplica a escala ligeiramente abaulada ou curva.
  16. Kkkkkkk. Sou até obrigado a comentar pq fui eu quem lhe marquei no face. Kkkkkk
  17. Você diz, menos em "D" e mais reto na parte do meio, certo? Também prefiro assim. É bem mais confortável nas posições mais avançadas. Mas, a grande maioria dos violões que vejo por ai tem braço em "D" ou com a curvatura, muito ligeiramente, atenuada. Isso é um padrão, digamos, mundial?
  18. Bom dia! Seria doentio comprar??? Pergunto, mas não tenho interesse kkkkk
  19. O Jorge Raphael também é bastante fácil de tocar. Eu prefiro braço mais achatado do que gorducho.
  20. Já peguei em alguns violões dos irmãos Carvalho e não indico cegamente de forma alguma, Peguei em violões da mesma série com muitas diferenças, não senti padronização nenhuma. Só pegaria um se eu testasse antes. Você pode pegar um Carvalho bem melhor ou bem pior que um Rozini, não há segurança. Já testei alguns da Rozini, e acho muito mais padronizados.
  21. Violão vendido. Obrigado a todos
  22. Gostaria de saber se vc tem tarracha 10mm para violão de nylon 7 cordas. Grato
  23. Earlier
  24. Isso é verdade. O problema e´que o nível de complexidade do entretenimento musical é cada vez mais baixo, o que faz com que o jazz, choro, música clássica, fiquem ainda mais distantes dos ouvintes comuns. Há 200 anos entretenimento era (na Europa) Rossini, Puccini, Donizetti... Creio que a falta de espaço da música mais crerebral se dá também devido à escolha de uma meia dúzia de produtores musicais que dominam o mainstream, não simplesmente pelo fato da música ser complexa. Se assim o fosse, a Bossa-nova não teria feito tanto sucesso. Há muita complexidade em "Wave", "Corcovado", e as pessoas adoram escutá-las nas novelas do Manoel Carlos. Moro nos EUA e não há quem não goste de "Fly me to the moon", "My Romance", "Autumn Leaves". Então por que não ouvimos mais músicas novas com princípios semelhantes aos das que citei? Porque a galera que produz esse tipo de música não recebe apoio dos produtores mainstream, que estão somente preocupados em promover as músicas de 4 acordes, estilo "Despacito". Às vezes os produtores dão espaço para uma ou outra Norah Jones da vida. Se há espaço para ela, por que não para mais alguns ou algumas? A impressão que tenho é de que há uma epécie de "ditadura cultural"...
  25. Baixei o preço para R$ 2.000,00
  26. PessoALL. Acabei de concluir um violão de jacarandá indiano e cedro Canadense. Está disponível para pronta entrega. Fotos e especificações no link abaixo: Violão Eduardo para pronta entrega (clique aqui para ver especificações e fotos)
  1. Load more activity