Jump to content

rcandro

Members
  • Content count

    754
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by rcandro

  1. Faleceu Luiz Melodia

    Fala Seu Eugenio, pois é, também nunca ouvi nada dele arranjado pra violão solo. E essa música é linda. Tudo bem que perde um pouco sem a letra, mas fiquei feliz com o arranjo. Obrigado pelo "acabamento impecável", mas acho que você se refere ao arranjo e não à execução. Esse negócio dos dois LL me deixaram curioso. E está assim no disco. Que coisa. O lance da imagem refletida eu achei meio brega, mas gostei. HAHAHA
  2. Faleceu Luiz Melodia

    Peço licença para compartilhar um arranjo que fiz para Estácio, Holly Estácio. Fiz o arranjo no dia em que o Luiz Melodia faleceu. Sempre gostei dessa música, e quando soube da morte dele peguei o violão e o arranjo simplesmente foi saindo. Então coloquei o celular na mesa e gravei com uma foto dele refletindo no violão. Aliás, alguém saberia dizer porque o título usa a palavra holly ao invés de holy?
  3. Muuuuuuito interessante. http://www.jobim.org/jobim/
  4. MPB - Christophe Rousseau

    Nossa! Muito bom.
  5. Tocando aqui em Québec

    Que legal Emanuel. Sucesso!
  6. Hi there, I'd like to invite you to participate in the first webinar I'm going to hold on June 25. Watch the video for more information, please.
  7. Muito bom Fabiano. Merecidos cumprimentos. Parabéns!
  8. Rogério Guimarães

    Rapaz, que beleza poder ouvir isso! Obrigado por postar.
  9. Anos dourados

    Muito bom! Bravo!
  10. Arranjo novo

    Peço licença para compartilhr o último arranjo que fiz. Sei que muita gente já fez também, mas como queria fazer uma aula para os membros do meu site acabei escrevendo o meu também. Espero que gostem. Grande abraço.
  11. Arranjo novo

    Gracias señores. Eu tenho feito tantos arranjos com fins didáticos que acho que nem sei mais "complicar" as coisas, no bom sentido. Existe isso? Complicar no bom sentido? Eita, tô gagá. haha
  12. Clube da Esquina

    Também fiz um arranjo para Travessia. Acho que, no geral, o repertório do povo de Minas é desafiador para arranjar. Também tenho uma arranjo de Cais que tá guardado faz quase um ano mas ainda não escrevi.
  13. Bem interessante os pontos de vista de cada um. Eu normalmente me faço algumas perguntas ao começar um arranjo: Se foi composta originalmente para violão, (normalmente) não mexo na música. - Tem letra? Qual é a mensagem? Muitas ideias podem ser "pescadas" na letra. - Qual é o estilo? Quais são as características principais do estilo? Harmonia, ritmo, dança? - É um arranjo didático ou performático? - Existe alguma coisa no arranjo/ gravação original que "não pode faltar"? - O que eu quero com isso? Por que arranjar uma determinada música? É para meu gosto pessoal ou estou mirando um possível ouvinte? - Faz parte de algo maior como um CD, DVD, ou concerto? Como o arranjo se insere no contexto? E a pergunta que nunca me deixa sossegado: - Será que essa m**** vai ficar boa? Haha.
  14. Hi guys, I'm very happy to say that I have become a faculty member of Los Angeles Guitar Academy. For those who are looking for Brazilian guitar lessons, please take a look at: Brazilian guitar lessons and Renato Candro's profile Best, Renato.
  15. I've transcribed the accompaniment. I hope it helps.
  16. Gracias Senhores. Quando digo simples quero dizer sem muitas alterações como interlúdios, introduções intermináveis, essa coisas. É só a melodia com a harmonia. Abraços.
  17. Country Estilo Banjo

    Rapaz, que pedreira. hahahaha Parabéns. Muito bom
  18. Estudei Schoenberg sim. Abraços.
  19. É verdade. Eu tinha colocado os acordes dos primeiros 16 compassos como imagem no meu post.
  20. Os acordes marcados no vídeo estão errados. Muitas vezes o João escolhia tocar só duas ou três cordas ao invés de tocar o acorde cheio. Isso pode ser considerado um cuidado adicional na condução dos acordes. E apesar de não ser novidade hoje, talvez fosse na época.
  21. Mas talvez isso se deva ao fato de que o Jobim já escrevia a música com todas essas inversões. Concordo. Quer eu goste ou não, a estética de interpretação trazida por ele foi revolucionária.
  22. Sobre harmonia, acho sempre válido estudar harmonia tradicional. Isso porque a harmonia tradicional é geral, não se restringe a um instrumento. Infelizmente nunca vi os livros de harmonia do Marco Pereira, mas os do Chediak não me convencem. Eu sei que eu sou chato, mas eu fico de cabelo em pé (o pouco que me resta) quando eu vejo as explicações dele sobre dominantes secundários e entre outras coisas. É muito raso.
  23. Acho que JB fez escola em relação à interpretação de um estilo, mas não em relação à harmonia. As harmonias eram do Tom.
×