fabiano borges

Members
  • Content count

    819
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About fabiano borges

  • Rank
    Old Member
  • Birthday 05/16/1983

Contact Methods

  • AIM
    www.myspace.com/fabianoborges
  • MSN
    fabianoborgesbsb[ARROBA]hotmail.com
  • Website URL
    http://www.fabianoborges.net
  • ICQ
    http://www.myspace.com/fabianoborges
  • Yahoo
    fabianoborgesbsb[ARROBA]gmail.com

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasília-DF, Brasil

Recent Profile Visitors

11,196 profile views
  1. Por vezes, a turma do choro o chama de Carlinhos Bombril.
  2. Maravilha de matéria! Parabéns a todos os envolvidos. Sou amigo dessa turma. Inclusive, toquei com o Carlinhos na minha época de chorão. Tive o prazer também de tocar com o Latif e o Bosco, que estão na produção. Abraços musicais.
  3. Muito obrigado, Renato! Estou acompanhando seu canal. Abração.
  4. Olá, Eugênio. Que bom que gostou! Na verdade, esse projeto de segunda-feira em canal possui dois propósitos para mim: o primeiro é o de registrar algumas músicas as quais tive que parar de tocar por alguns anos em decorrência da distonia focal ("Ainda me Recordo" é um exemplo). A segunda razão, "the last but not least", é para eu não esquecer de certos arranjos que não estão escritos. Por falta de tempo, optei por me dedicar ao registro do que em escrevê-los. Para tanto, eu venho fazendo uma reserva de vídeos há algum tempo. À medida em que eu libero um vídeo no canal, estou gravando outros. Não tenho tido tempo de me dedicar a um repertório para recital porque simplesmente não há tempo. Tem sido uma maratona. O tutorial de ritmos latinos está pronto! Abraços.
  5. Obrigado, Marcos e Eugênio! Outras duas obras chegaram à semifinal. Fiquei bem feliz com o resultado. Abraços.
  6. Amigos, Acabei de receber a mensagem que minha música "Gaúcho Sem Fronteira" ficou em segundo lugar no Concurso de Composición para Guitarra Fidelio. O concurso de composição é organizado na Espanha e contava inicialmente com 122 obras de 28 países. Minha peça é dedicada ao grande Yamandu. A obra busca retratar o encontro do Yamandu com o grande compositor Eduardo Martín em Havana, razão pela qual eu me inspirei no frevo brasileiro e no son cubano para compor essa obra, a qual abre meu CD duplo Latinoamérica. http://concursodecomposicionparaguitarrafidelio.com/ Saudações musicais.
  7. Há poucos anos, o Kayath o trouxe para fazer um recital em São Paulo.
  8. Eis o vídeo desta segunda em meu canal:
  9. Exato. Como eu disse, o mais comum é utilizar violão de 8 ou mais cordas no violão clássico. Porém, nada impede de você inserir o 7 cordas, caso o foco não seja apenas o repertório barroco por exemplo. Uso o baixo em Lá em ambas, Eugênio. Hoje é dia de vídeo novo no canal! Será uma homenagem ao Pixinguinha. Abraços.
  10. Olá, Wellington, Minha porta de entrada foi similar quado eu tinha 16 anos. Acho que é por aí. De fato, no âmbito do violão clássico não é tão comum. Os violonistas costumam utilizar violão de 8 ou mais cordas. Porém, há vários trabalhos com o 7 cordas no âmbito do violão clássico. Quando participei do Guitarras del Mundo em 2013, conheci o belga Adrien Brogna. Ele era aluno do Odair Assad e tocava com um Jorge Raphael de 7 cordas. Vale lembrar que, na composição do Quaternaglia, há um belo 7 cordas construído pelo Sérgio Abreu. O famoso LAGQ também dispõe de um belo 7 cordas. BWV 1006: BWV 998: BWV 1003- Andante: Abraços.
  11. A meu ver, a busca de variedade faz parte do caminho para esta possível migração.
  12. A busca de novas sonoridades pode ser entendida como mais recursos, a meu ver, e não necessariamente se limita ao 7 cordas chorístico. Só para ilustrar o que estou dizendo, há vários músicos utilizando instrumentos com mais cordas a serviço de sua linguagem: Daniel Murray, Amadeu Rosa, Egberto Gismonti, Paulo Martelli, Juanjo Domínguez, Quique Sinesi, Douglas Lora, Doug de Vries, etc. Portanto, não se limita ao choro no 7 cordas e abarca músicos extremamente sensíveis artisticamente. A questão é de linguagem. Afinal, o artista sempre buscou inúmeros caminhos.
  13. Em meu projeto de um vídeo toda segunda no canal, publiquei Vera Cruz:
  14. Valeu, Eugênio. Vale a pena tocá-la. Não é tão difícil. Abração.
  15. Inclusive, postei o vídeo de peça Milena ontem!