Felpope

Members
  • Content count

    3
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About Felpope

  • Rank
    New Member
  • Birthday

Contact Methods

  • ICQ
    0
  1. Existem três tipos de violonistas e todos percorrem o mesmo caminho. Aqueles que tem talento e estudam, Os que tem dificuldade e estudam muito e aqueles que tem grande dificuldade e estudam muito mesmo!... Todos estes chegam ao mesmo lugar mas este último com mais mérito.
  2. Quem melhor escreveu sobre isso até hoje, em nível mundial, foi o professor, compositor e maestro., Pedro Camerom, em seus livros de técnicas para violão, ao todo são nove sendo que o 1 e 4 são específicos para não direita. São baseados na atual escola de violão erudito (Hussel, Bream, Zanon, Willians...). Nestes livros ( 1 e 4 ) ele aborda os temas fundamentais a saber: Postura na mão direita (ângulo do polegar em relação as cordas e posição dos demais dedos I M A) Parece bobagem mas a maior parte dos problemas de mão direita estão relacionados a isso. (postura). Em seguida indica uma série de exercícios simples e de eficiência incríveis, isso apenas no livro 1 que é bem básico. ( A maior barreira para uma mão direita veloz e precisa esta relacionada a postura e tensão da referida mão). Estes problemas devem ser resolvidos de pronto antes de assumir uma rotina exaustiva e diária de treinamento que em média dura 4 anos. No livro quatro o maestro expõe quase exaustivamente as inúmeras possibilidades de harpejos existentes na literatura violonística. Em fim é ver para crer. E quem conhece o maestro sabe do que estou falando pois o homem toca muito! Seus alunos são grandes violonistas, como Edson Lopes, professor do Conservatório de Tatuí, cadeira ocupada antes pelo maestro. O Amadeu já venceu um concurso de violão na Alemanha ...
  3. Parece que o primeiro link está corrompido. Estou ouvindo um por um e são formidáveis, principalmente como fonte de conhecimento e cultura .