Dilson

Members
  • Content count

    1,601
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About Dilson

  • Rank
    Old Member
  • Birthday 09/05/1974

Contact Methods

  • ICQ
    0

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasília

Recent Profile Visitors

25,768 profile views
  1. Interessante como ele apoia a mão direita, lembra um baixista.... Paula, a gente sabe que há excelentes violonistas que não são tão bons como professores, e também o contrário, pessoas nem tanto talentosas mas sabem passar o que sabem de forma ímpar. Como ele era como professor?
  2. Qual a afinação Eugenio?
  3. Até provocado pelo Dr. Pacheco, a intenção aqui é cada um colocar outros instrumentos de cordas na área popular que são pouco conhecidos. Dois que gosto muito são esses: - Bouzouki: da família do bandolim, muito usado na Grécia e também se popularizou na Irlanda com outra afinação. Afinação grega: Afinação Irlandesa O outro instrumento que coloco aqui é o Weissenborn, é a versão acústica da guitarra havaiana. Tem várias afinações e estas se assemelham a da nossa viola caipira.
  4. Na verdade a publicações do Almir Chediak da Lumiar, após a morte dele foram vendidas, os direitos, para a Vitale. Pensei que a Lumiar tivesse encerrado novos projetos.
  5. Pacheco, gosto de instrumentos, porém para comprar, só depois de muita pesquisa e convicção, hoje em dia só tenho um violão, um baixo, um bandolim e uma viola, muito menos do que já tive. Confesso que sempre tive vontade mesmo foi de ter um Weissenborn, mas nunca achei um para testar ou que valesse a pena comprar.
  6. Essa publicação é antes ou após a morte do Almir Chediak? Pensei que a Lumiar tivesse encerrado novos projetos.
  7. Caros, ressuscitando o tópico, alguém saberia me dizer se há no Brasil luthier que fabrica Bouzouki? Aceito sugestões...
  8. Passeado pelo youtube, por acaso vi esse vídeo. Que timbre bonito desse violão. Alguém já ouviu falar desse luthier? https://www.youtube.com/watch?v=1L84RxtIkDg
  9. Marcos, já tocou num Arone? parece que é a mesma linha, o que diferenciaria um violão do outro?
  10. Eu vi, pelo jeito é um reforço estrutural em todas as partes do violão.
  11. Proveta foi um dos maiores improvisadores que já vi ao vivo.
  12. Reforço? o que seria?
  13. Interessante esse ponto que o Gian Correa fala do Rogério Caetano, ele é um 7 cordas que foge muito dos outros violonistas, o estilo dele é único, fraseado muito particular.
  14. Outra opção que parece ser interessante e não agride o violão.
  15. Eu tenho um desse, haja vista que Brasília a partir de agosto vira umidade de deserto.