roger l bieberbach filho

Members
  • Content count

    203
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by roger l bieberbach filho

  1. Boa tarde gente, hoje tive que dar uma fugidinha na hora do expediente, e acabei passando em frente a uma loja de instrumentos musicais, na verdade uma delas, pois tem várias pelo Brasil. Tinhas uns minutinhos e aproveitei pra dar uma alugada no vendedor, um cara bacana que toca violão de Nylon no estilo gaúcho. Pedi pra dar uma olhada no que tinha, um takamine gc3 cutaway, um takamine mais simples, um yamaha c-45 e um c-80. Além disso tinh um tal de roos, que é estranho, parece que é papelão ou eucatex, sei lá... mas enfim. O preço, eu só vi depois de tocar... esse takamine gc3... R$2499!!!! o Yamaha c-80... R$899!!! cara, não acreditei... sinceramente. Sei que o violão vai abrir, que o rastilho é de plástico, cordas podres, mas sinceramente, desse jeito, um luthier tem que cobrar 10 mil mesmo!! Eu tenho um del vecchio modelo audição, que o Polegário trocou a escala por uma de ébano, que afinasse. Ficou excelente. É laminado, não dá pra comparar, é outro nível, já está velho e tal, mas já entrei (em outras épocas) em lojas e toquei violões que me deu vontade de comprar na hora. Siceramente, seu eu fosse comprar um violão hoje, correria para os usados. Desculpa se alguém aqui tem loja e tal, e se alguém tiver os referidos instrumentos, não se ofenda. Até que gostei deles, são bonitos e tal. Mas está muito caro. desculpem a aporrinhação,mais alguém está sentindo isso? sei que uma cidade do interior vai ter preços mais caros que uma capital, mas tão caro por algo que não vale tudo isso? um bom fim de semana!
  2. Amigos, encontrei um giannini c5 por 500 reais, deve ser do final dos anos 1980. Vale a pena? minha idéia inicial é revender. O único problema é que a dona colocou cordas de aço, não pude escutar com cordas de nylon. Vale comprar as cegas?
  3. Valeu Pacheco! Vou dar uma procurada RBPaiva! Obrigado moçada!!!
  4. Obrigado Rubens, vou fazer uma procura aqui no comércio local. Ou me mudar pra João Pessoa! Pela fama da cidade, vale a pena! um bom fim de semana!
  5. Bom dia rbpaiva, pode dizer onde comprou? pergunto porque li de muitas falsificações no mercado. um abraço
  6. Obrigado Pacheco! estou pensando em utilizá-lo pra "tirar" músicas no quarto enquanto o pessoal assiste tv na sala! vou pesquisar mais um pouquinho! um abraço!
  7. Aproveitando sua dúvida, o AKG k414p é bom? Alguém já testou?
  8. Ontem estava usando outro, não sei se era takamine, e o Caetano com um tessarin: http://globoplay.globo.com/v/4913721/ muito bacana essa música, um violão meio rural boa páscoa a todos!
  9. Eu tenho o CD. Na Baixa do Sapateiro também é legal, aliás, o cd inteiro!
  10. Antônio, bom dia, tens idéia do preço? consegue comparar com qual outra tarraxa? um abraço
  11. Valeu Professor!! escuta mas esse negócio de Sérgio é da tua cabeça, cê não falou que é o filho do Sérgio Abreu? Mais uma vez obrigado pela resposta um abraço
  12. E os do Sérgio Barbosa, o que achou? só falam bem do cara!
  13. Jéssica, não conheço muito sobre violões de aço, estou achando um pouco caro, sobre os que eu conheço posso indicar o Rozini RX 211, que tem tampo em pinho maciço e o Eagle Folk https://www.youtube.com/watch?v=ZbbaufckUFU os dois são muito gostosos de tocar.
  14. Oi gente, boa noite, há um tempo atrás estava extremamente ligado em lutheria, mas desanimei. Tenho três tampos aqui, um de abeto simples da strings, um de cedro A da ronay e um de cedro que comprei não lembro de quem. Estou pedindo 150 pelos três, de brinde vai um pedaço de brazilian rosewwod da ronay para cavaletes. contatos por MP! um abraço
  15. Eduardo, enviado. Te passei o código de rastreio por MP. um abraço
  16. Vendido Ao Luthier Eduardo Andrade! obrigado a todos
  17. UAU!!! parabéns a Schaller!!!
  18. Grande Cara!! parabéns a todos os fundadores e aos colegas participantes!! Vida longa!
  19. Vamos lá, fazendo o que eu deveria ter feito no 1º post. Fotos: aí estão as fotos, quem sabe dê para aproveitar? um abraço
  20. Amigos, tenho um del vecchio que gosto muito do som. A afinação era horrível. Pedi ao Polegário que trocasse a escala, para que afinasse, e fizesse abaulada(proporcionalmente comparando com a de uma guitarra elétrica). Ficou excelente, e recomendo escala abaulada. com relação às elevada, só toquei nos modelos serie Café Tagima, não achei tanta diferença, fiquei com medo de comprar por causa de uma futura revenda na verdade.
  21. Eduardo, ele estão lixados já. As manchas aparecem dos dois lados da madeira, como se fossem uma página de livro manchada por café derramado. Pensei em goteira, mas verifiquei e não tem. Estou achando que possa ter sido algum produto químico, mas nem imagino qual. Enfim, vou tentar dar mais uma lixadinha, mas não acho que vá resolver. É uma pena, pois o tampo de pinho tem uns bear claws interessantes, apesar de ser simples. Me parece que a classificação simples se dá aos tampos que não são tão retilínios e uniformes. se der certo, à noite respondo. um abraço Edit. Lixei e a mancha continua. será que algum produto químico tiraria essa mancha (álcool, etc)?
  22. Eduardo e demais colegas, já expliquei ao Eduardo por MP, não sei porque motivo os tampos mancharam, parece que navegaram na enchente ou coisa do tipo. Como estão há algum tempo no mesmo local (em cima de um armário), só depois que o Eduardo me pediu as fotos, é que eu os tirei de lá, e aí vi o defeito. Peço desculpas a todos, não imaginei que estariam assim. Ao Eduardo, mais uma vez minhas desculpas. à moderação, se quiserem excluir o tópico, ok. uma boa noite.
  23. Olha, acho que o que o Marco falou é verdade, os dois instrumentos que mais levam ao coração do brasileiro devem ser o violão e o acordeon. Que encontro, muito gostoso esse som! um abraço
  24. Marcos, 1- cê toca pra caramba! não só por esse vídeo. 2 - cuidado com o anakin lá no canto 3 - esse violão é o Digiorgio master 7 cordas? um abraço!
  25. É, no geral está ruim. Sertanejão "universitário" também está comendo solto, e aí, não espere grande coisa. Eu morei em Santarém e em alguns bares tocavam bandas de MPB, baixo, bateria, piano( aquele elétrico), violão e vocal. De vez em quando soltavam aquela "cama" para alguém solar, era coisa bonita. a "caça" era liberada naquela época... O Arismar do Espírito Santo deu uma entrevista junto com o Sandro Haick, que falava muito nisso, sobre "arranjos maravilhosos" nos estúdios. Está na Guitar Player nº 22, de novembro de 97. na capa está o Jimmy Page.