Jump to content
Julian J. Ludwig

Programas de Rádio

Recommended Posts

Westphalen    0

Senhores,

O arquivo O Mundo Do Violão, Compositores, Programa 01 - As Origens, está indisponível, se puderem por favor, me auxiliar, eu agradeço.

O restante dos arquivos já foram baixados e somente este link aparece a resposta de inválido.

Obrigado

Share this post


Link to post
Share on other sites
jccantante    0

Meus Caros

Estou completamente abismado.

O meu contacto com brasileiros em fóruns de Guitarra Clássica fizeram-me entrar num continente maravilhoso, absolutamente idêntico ao que Cabral descobriu… Vocês não param de surpreender este pobre europeu.

Eu já sabia que os brasileiros têm o dom da música, além de muito competentes.

Mas agora, depois de enxergar os programas de rádio…, dou por mim a ler estas revistas bem deliciosas.

É muita coisa boa para um português…

Por favor, não parem.

Um abração.

jjcantante

Share this post


Link to post
Share on other sites
Thales    0

Olá a todos:

Gostaria de informar que abrindo este tão importante ano em que se comemora 100 anos da morte de Francisco Tárrega, o programa O Mundo do Violão realizou uma entrevista com o Violonista mineiro Marcos Vinícius que inclusive já foi entevistado pela Brazilian Guitar Magazine. A entrevista já está disponível no site que de vez em quando fica fora do ar, mas é só aguardar um pouco que logo logo volta ao normal.

Um abraço e obrigado a todos.

Thales.

Share this post


Link to post
Share on other sites
FZanon    0

Pessoal,

esta mensagem é para dar a notícia de que o último programa da série Violão com FZ vai ao ar amanhã.

De acordo com os planos, a série O Violão Brasileiro fecharia com cerca de 150 programas e começariamos um outro tema, porém a Rádio Cultura teve um corte de verbas e a direção dispensou vários apresentadores, entre eles eu, o Turíbio, o João Carlos Martins, o Lauro Machado Coelho, etc.

Entretanto, ao avaliar a grade de programação que vai ao ar a partir de agora, não posso deixar de manifestar meu profundo desacordo.

Lamento muito o violão perder este espaço no rádio, mas fico aliviado por me livrar do excesso de trabalho, pois o programa realmente tomava muito tempo para ser bem feito, sem nenhum ganho adicional. A rádio fez uma opção por manter uma maioria de programas embolorados e mal feitos, então realmente não havia mais compatibilidade.

O horário será preenchido, felizmente, com um programa sobre a história dos instrumentos dedilhados (aliás idéia minha, de três anos atrás) apresentado pelo Maurício Monteiro.

Se vocês quiserem manifestar sua opinião, por favor escrevam para o email violao[ARROBA]culturafm.com.br, com copia para falecom[ARROBA]culturafm.com.br, porque o email anterior pode ser desativado.

Sugiro que só enviem mensagens amanhã depois das 21.00hs, quando será anunciado no ar o final do programa.

Para que vocês tenham uma idéia do que foi esta série (e do trabalho que deu), deixo aqui um sumário das realizações, que imodestamente acredito serem um esforço de documentação e abrangência sem precedentes no rádio brasileiro.

Série “O Violão Brasileiro” – Rádio Cultura FM de São Paulo

Balanço Geral

Idealização, roteiro e apresentação: Fabio Zanon

Produção: Gláucia Molina

Trabalho técnico: Almir Amador

Consultoria: Gilson Antunes

Freqüência: semanal

Início: 5 de abril de 2006

Final: 28 de janeiro de 2009

Número de programas: 148

Número total de programas da série Violão com Fabio Zanon: 161

O objetivo da série foi traçar um panorama o mais completo possível da diversidade do violão brasileiro, sua posição na cultura musical nacional, seus compositores, seus intérpretes, em todos os gêneros de música puramente instrumental.

No nosso conhecimento, este foi um formato único na história do rádio brasileiro.

Chegamos ao final com a certeza de não ter deixado nenhuma pedra sem ser revirada e praticamente nenhum assunto relativo ao violão brasileiro sem ser investigado.

O levantamento deste material apresentou dificuldade considerável. Contamos com a boa vontade de colecionadores de discos, estudiosos, acadêmicos, e colegas concertistas que se dispuseram, graciosamente, a realizar gravações exclusivas para o programa. O número de livros, artigos de jornais e revistas e dissertações acadêmicas consultadas é incalculável.

O professor Gilson Antunes (Universidade Federal da Paraíba) desempenhou, também graciosamente, o papel de consultor, elaborando o projeto-piloto da série e chamando nossa atenção a uma quantidade considerável de fontes de pesquisa.

A série criou um número significativo de reverberações:

- proposta de re-utilização do material em forma de livro

- proposta de re-masterização e lançamento comercial de gravações históricas mostradas no programa (pelo selo Master Class)

- proposta de gravação comercial de uma série de dez CDs de repertório brasileiro inédito (a ser confirmada)

- inclusão de obras inéditas ao repertório corrente de concertistas e estudantes de violão

- festivais dedicados ao violão brasileiro

- re-valorização de intérpretes que permaneciam à margem do atual cenário de concertos e shows

- elaboração de um blog na internet, gravado diretamente da transmissão online da Rádio Cultura, que disponibiliza os programas já transmitidos

- uso deste blog como material de pesquisa, já citado em teses de mestrado e doutoramento, inclusive fora do Brasil

- uso como material didático em escolas de música de todo o país

- divulgação considerável de artistas brasileiros no exterior através da audição online do programa e do blog

ENTREVISTAS

Apesar da considerável demanda de tempo, conseguimos criar um acervo único de entrevistas com intérpretes, compositores, luthiers e colecionadores.

Vários de nossos mais importantes compositores deram, pela primeira vez, entrevistas exclusivamente sobre suas composições para violão.

Algumas de nossas entrevistas destacam-se pela raridade, pelo fato dos artistas serem reclusos, morarem há muito tempo no exterior ou estarem afastados da carreira (Índios Tabajaras, Sérgio Abreu, Geraldo Ribeiro, Celso Machado, etc.).

Nossos entrevistados:

Marlos Nobre, Almeida Prado, Alexandre de Faria, Turíbio Santos, Quaternaglia, Jodacil Damaceno, Quarteto Maogani, Henrique Pinto, Índios Tabajaras, Marcelo Kayath, Cristina Azuma, Everton Gloeden, Flávio Apro, Gilson Antunes, Victor Castellano, José Rastelli, Antonio Guedes, João Luiz e Douglas Lora, Duo Fernando Lima & Cecília Siqueira, Paulo Porto Alegre, Aliéksey Vianna, Geraldo Ribeiro, Sérgio Abreu, Carlos Barbosa Lima, Ronoel Simões, Sérgio Assad, Maurício Carrilho, Paulo Bellinati, Francisco Araújo, Marco Pereira, Duofel, Guinga, Toninho Horta, Celso Machado, Ulisses Rocha, Maurício Marques, Antonio Rago, Alessandro Penezzi, Chico Saraiva, Claudio Arone

GRAVAÇÕES EXCLUSIVAS

No decorrer de nosso trabalho de pesquisa, ficou claro que há uma enorme escassez de gravações de obras de compositores eruditos brasileiros.

O idealizador do programa convidou colegas e estudantes a prepararem obras inéditas para o programa. Estas gravações constituem um patrimônio único e foram realizadas graciosamente pelos artistas envolvidos.

Os compositores cujas obras tiveram sua 1ª gravação mundial feita com exclusividade para o programa violão com Fabio Zanon:

Francisco Mignone, Camargo Guarnieri, Radamés Gnattali, Marlos Nobre, Guerra-Peixe, Lorenzo Fernandez, Walter Burle Marx, Almeida Prado, Aylton Escobar, Ernst Mahle, Cláudio Santoro, Souza Lima, Guerra Vicente, Jorge Antunes, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Esther Scliar, Dimitri Cervo, Eunice Catunda, Sérgio de Vasconcelos Correa, Osvaldo Lacerda, Ernest Widmer, Nelson Macedo, Alexandre de Faria, Marcus Siqueira, Eduardo Escalante, Sílvia de Lucca, Celso Mojola

Os intérpretes que, como cortesia, realizaram estas gravações:

André Simão, Gilson Antunes, André Priedols, Flávio Apro, Álvaro Henrique, Marcos Victora Wagner, Paulo Vinícius, Eduardo Minozzi Costa, Felipe Garibaldi, Luciano César Moraes, Daniel Murray, Marcos Flávio Nogueira, Henrique Rebouças, Fabio Bartoloni, Fabio Zanon

A série foi dividida em três blocos:

- Nossos compositores (focalizando compositores não-violonistas, da vertente sinfônica ou erudita)

- Nossos intérpretes (focalizando violonistas não-compositores, na sua maioria da vertente erudita)

- Os criadores (focalizando violonistas-compositores, tanto da vertente clássica quanto da popular)

Tivemos também programas especiais sobre os luthiers brasileiros, a viola brasileira e o violão no período colonial, além de quatro programas comemorativos focalizando o próprio apresentador.

Também organizamos o material em mini-séries sobre Os Pioneiros, Novos Intérpretes, o violão em São Paulo, o violão em Minas, o violão no Nordeste, o violão no Sul e Personalidades do Violão Carioca.

Bloco I: Nossos compositores

Villa-Lobos, Francisco Mignone, Camargo Guarnieri, Radamés Gnattali, José Maurício Nunes Garcia, Marlos Nobre, Theodoro Nogueira, José Vieira Brandão, Guerra-Peixe, Lorenzo Fernandez, Walter Burle Marx, José Alberto Kaplan, Bruno Kiefer, Edino Krieger, Ronaldo Miranda, Gilberto Mendes, Willy Corrêa de Oliveira, Rodolfo Coelho de Souza, Alexandre Eisenberg, Almeida Prado, Aylton Escobar, Ernst Mahle, Cláudio Santoro, Souza Lima, Guerra Vicente, Jorge Antunes, Harry Crowl, Arthur Kampela, Achille Picchi, Roberto Victorio, Lina Pires de Campos, Antonio Ribeiro, Amaral Vieira, Orlando Fagnani, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Esther Scliar, Ricardo Tacuchian, Lelo Nazario, James Corrêa, Tato Taborda, Dimitri Cervo, Estércio Márquez Cunha, Fernando Mattos

Nestor de Hollanda Cavalcanti, Sérgio Barboza, Eunice Catunda, Sérgio de Vasconcelos Correa, Osvaldo Lacerda, Ernest Widmer, Nelson Macedo, Edmundo Villani Cortes, Alexandre de Faria, Marcus Siqueira, Vânia Dantas Leite, Guido Santorsola, Alexandre Schubert, Andersen Viana, Wellington Faria, Gilberto Carvalho, Mikhail Malt, Sílvio Ferraz, Flo Meneses, Eduardo Escalante, Sérgio Molina, Sílvia de Lucca, Luis Carlos Cseko, Roberto Velasco, Celso Mojola

Bloco II: Nossos Intérpretes

Turíbio Santos, Marcus Llerena, Paulo Martelli, Marcos Vinícius, Duo Assad, Os Três Sustenidos, Sexteto Paulistano de Violões, Trio Opus 12, Quarteto Brasileiro de Violões, Quaternaglia, Jodacil Damaceno, Quarteto Maogani, Henrique Pinto, Índios Tabajaras, Marcelo Kayath, Josefina Robledo, Maria Luisa Anido, Monina Távora, Maria Lívia São Marcos, Olga Praguer Coelho, Angela Muner, Cristina Azuma, Márcia Taborda, Maria Haro, Paola Pitchersky, Teresinha Soares, Edelton e Everton Gloeden, Flávio Apro, Gilson Antunes, Victor Castellano, José Rastelli, Antonio Guedes, Eraldo Pinheiro, Thiago Colombo, Attilio Bernardini, Alfredo Scupinari, Milton Nunes, João Luiz e Douglas Lora, João Pedro Borges, Duo Fernando Lima & Cecília Siqueira, André Simão, Paulo Porto Alegre, Armando Vidigal, Eustáquio Grilo, Giacomo Bartoloni, Edson Lopes, Dagoberto Linhares, Darcy Villa-Verde, Antonio Rebello, Décio Arapiraca, Norberto Macedo, Fernando Araújo, Aliéksey Vianna, Geraldo Ribeiro, Leo Soares, Luiz Gonzaga da Silva, Genésio Nogueira, Nicolas Souza Barros, Marcos Allan, Armildo Uzeda, Eduardo Meirinhos, Luis Carlos Mantovani, Fabrício Mattos, Agustín Barrios, Sólon Ayala, Eduardo Castañera, Mario Ulloa, Paul Galbraith, Duo Abreu, Sérgio Abreu, Eduardo Abreu, Carlos Barbosa Lima, Fabio Shiro Monteiro, Daniel Wolff, Duo Barbieri-Schneiter, José Lucena, Leandro Carvalho, Camilo Carrara, Vital Medeiros, Ronoel Simões

Bloco III: Os Criadores

João Pernambuco, Dilermando Reis, Canhoto, Laurindo Almeida, Satyro Bilhar, Quincas Laranjeiras, Levino da Conceição, Glauco Vianna, Henrique Britto, Antonio Giacomino, Rogério Guimarães, Mozart Bicalho, Sérgio Assad, Armando Neves, Maurício Carrilho, Isaías Sávio, Garoto, Othon Salleiro, Benedito Chaves, José Augusto de Freitas, Bola Sete, Canhoto da Paraiba, Francisco Soares de Souza, Baden Powell, Paulo Bellinati, José Meneses, Francisco Araújo, Odilon Kneipp Fleury, Hamilton Lobo, Victor Lobo, José de Oliveira Queiroz, Marco Pereira, Duofel, Guinga, Erisvaldo Borges, Antonio Madureira, Paulinho Nogueira, Toninho Horta, Sebastião Tapajós, Nicanor Teixeira, Toquinho, Paulinho da Viola, Luís Bonfá, Nonato Luiz, Juarez Moreira, Chiquito Braga, Henrique Annes, Wander Vieira, Marcelo Campello, Alexandre Atmarama, José Barrense Dias, Josmar Assis, Zé do Carmo, Geraldo Vespar, Waltel Branco, João Lyra, Nenéu Liberalquino, Edvaldo Cabral, Pedro Cameron, Marcos Lopes, Nestor Hollanda Cavalcanti, Celso Machado, Egberto Gismonti, Ulisses Rocha, André Geraissati, Eduardo Agni, Carlinhos Antunes, Hélio Delmiro. Romero Lubambo, Jaime Ernest Dias, Rogerio Caetano, Quarteto Artesanal, Marambaia, Rosinha de Valença, Badi Assad, Maurício Marques, Aymoré, Paulo Barreiros, Sílvio Santisteban, Avena de Castro, Antonio Rago, Sérgio de Pinna, Marcelo Fortuna, Alessandro Penezzi, Chico Saraiva, Rafael Rabelo, Yamandu, Otacílio Amaral, Nelson e Alexandre Piló, Gilvan de Oliveira, Caxi Rajão, Weber Lopes, Beto & Wilson Lopes, Geraldo Viana, Teodomiro Goulart, Jaime Zenamon, Paraguassu, Poly, Israel Almeida, Toninho Breves, Jair de Paula, Zé Henrique Martiniano, Juarez de Ilhabela, José da Conceição, Marcus Tardelli, Leandro Carvalho, Chico Pinheiro, Zé Paulo Becker, Euclides Marques, Conrado Paulino, Victor Biglione, Leonardo Boccia

Relação dos programas, em ordem de apresentação:

2006

1 – Centenário Gnattali I 5/4

2 – Gnattali II 12/4

3 – João Pernambuco 19/4

4 – Dilermando Reis 26/4

5 – Mignone I 3/5

6 – Canhoto 10/5

7 – Henrique Pinto 17/5

8 – Laurindo Almeida 24/5

9 – Gnattali III 31/5

10 – Pioneiros I: Satyro Bilhar, Quincas Laranjeiras, Levino da Conceição 7/6

11 – Turíbio Santos 14/6

12 – Marlos Nobre 21/6

13 – Novos IntérpretesI: Marcus Llerena, Paulo Martelli, Marcos Vinícius 28/6

14 – Pioneiros II: Glauco Vianna, Henrique Britto, Antonio Giacomino 5/7

15 – Duo Assad 12/7

16 – Theodoro Nogueira, José Vieira Brandão 19/7

17 – Conjuntos I: Os Três Sustenidos, Sexteto Paulistano de Violões, Trio Opus 12, Quarteto Brasileiro de Violões 26/7

18 – Gnattali IV 2/8

19 – Conjuntos II: Quaternaglia 9/8

20 – Pioneiros III: Rogério Guimarães e Mozart Bicalho 16/8

21 – Jodacil Damaceno 23/8

22 – Sérgio Assad, o compositor 30/8

23 – Guerra-Peixe, Lorenzo Fernandez, Walter Burle Marx 6/9

24 – Conjuntos III: Quarteto Maogani 13/9

25 – Armando Neves 20/9

26 – Maurício Carrilho 27/9

27 – Isaías Savio 3/10

28 – Índios Tabajaras 10/10

29 – Garoto 17/10

30 – Marcelo Kayath 24/10

31 – Gnattali V 1/11

32 – As mulheres e o violão I 8/11

33 – As mulheres e o violão II 15/11

34 – José Alberto Kaplan, Bruno Kiefer 22/11

35 – Edino Krieger, Ronaldo Miranda 29/11

36 – Pioneiros IV: Othon Salleiro, Benedito Chaves, J. Augusto de Freitas 6/12

37 – Bola Sete 13/12

38 – O violao do Nordeste I: Canhoto da Paraiba, Francisco Soares 20/12

39 – Gnattali VI 27/12

2007

40 – Villa-Lobos I 3/1

41 – Edelton e Everton Gloeden 10/1

42 – Villa-Lobos II 17/1

43 – O violão na música nova: Gilberto Mendes, Willy Corrêa de Oliveira, Rodolfo Coelho de Souza 24/1

44 – O violão no período colonial 31/1

45 – Novos Intérpretes II: Flávio Apro, Gilson Antunes, Victor Castellano 7/2

46 – Baden Powell 14/2

47 – Ronoel Simões 21/2

48 – Paulo Bellinati 28/2

49 – Alexandre Eisenberg 7/3

50 – O violão no Nordeste II: José Meneses, Francisco Araújo 14/3

51 – O violão nos rincões: Vital Medeiros, Odilon Kneipp Fleury, Hamilton Lobo, Victor Lobo, José de Oliveira Queiroz 21/3

52 – Almeida Prado, Aylton Escobar 28/3

53 – Marco Pereira 3/4

54 – Duofel 11/4

55 – O violão em São Paulo I: Rastelli, Antonio Guedes, Eraldo Pinheiro 18/4

56 – Novos Intérpretes III: Maurício Marques, Thiago Colombo 25/4

57 – Guinga 2/5

58 – O violão no Nordeste III: Erisvaldo Borges, Antonio Madureira 9/5

59 – Mignone II 16/5

60 – O violão em São Paulo II: Aymoré, Paulo Barreiros, Milton Nunes, Sílvio Santisteban 23/5

61 – Paulinho Nogueira 30/5

62 – Ernst Mahle 7/6

63 – O violão em Minas I: Toninho Horta 13/6

64 – Cláudio Santoro, Souza Lima, Guerra Vicente 20/6

65 – Sebastião Tapajós 27/6

66 – Novos intérpretes IV: João Luiz e Douglas Lora 4/7

67 – O violão no Nordeste IV: João Pedro Borges 11/7

68 – Novos Intérpretes V: Mário da Silva, Luiz Cláudio Ferreira 18/7

69 – Harry Crowl, Arthur Kampela 25/7

70 – O Violão em Brasília I : Dilermando, Geraldo Ribeiro, Eustáquio Grilo 1/8

71 – Achille Picchi, Roberto Victorio 8/8

72 – O Violão em São Paulo III: Paulo Porto Alegre, Armando Vidigal 15/8

73 – Novos Intérpretes VI: Duo Fernando & Cecília, André Simão 22/8

74 – Camargo Guarnieri e Lina Pires de Campos 29/8

75 – O Violão em São Paulo IV: Antonio Rago 5/9

76 – Dagoberto Linhares, Darcy Villa-Verde 12/9

77 – O Violão no Nordeste V: Nicanor Teixeira 19/9

78 – Personalidades do violão carioca I 26/9

79 – Toquinho e Paulinho da Viola 3/10

80 – O violão em Minas II: Fernando Araújo, Aliéksey Vianna 10/10

81 – Luís Bonfá 17/10

82 – Personalidades do Violão Carioca II 24/10

83 – O Violão em São Paulo V: Giacomo Bartoloni, Edson Lopes 31/10

84 – O violão no Nordeste VI: Nonato Luiz 7/11

85 – Novos Intérpretes VII: Chico Saraiva e Alessandro Penezzi 14/11

86 – Theodoro Nogueira II 21/11

87 – Geraldo Ribeiro 28/11

88 – FZ I 5/12

89 – FZ II 12/12

90 – FZ III 19/12

91 – FZ IV 26/12

2008

92 – Ricardo Tacuchian 2/1

93 – Personalidades do Violão Carioca III 9/1

94 – Cristina Azuma 16/1

95 – O violão em Minas III: Chiquito Braga, Juarez Moreira 23/1

96 – Carlos Alberto Pinto Fonseca, Esther Scliar, Osvaldo Lacerda 30/1

97 – Novos Intérpretes VII: Eduardo Meirinhos, Luis Carlos Mantovani, Fabrício Mattos 6/2

98 – Lelo Nazário, James Corrêa, Dimitri Cervo 13/2

99 – O violão no Nordeste VII: Henrique Annes, Wander Vieira, Marcelo Campello, Alexandre Atmarama 20/2

100 – Os luthiers brasileiros I 27/2

101 – Os luthiers brasileiros II 5/3

102 – O violão no Pará 12/3

103 – Os brasileiros adotivos I 19/3

104 – Zezo Ribeiro 26/3

105 – Duo Abreu 2/4

106 – Sérgio Abreu 9/4

107 – Eduardo Abreu 16/4

108 - O violão no Nordeste VIII: Barrense Dias, Josmar Assis, Zé do Carmo 23/4

109 - Geraldo Vespar, Waltel Branco 30/4

110 - Estrangeiros II: Leonardo Boccia, Santorsola 7/5

111 - Novos Intérpretes VIII: Marcus Tardelli, Leandro Carvalho, Zé Paulo Becker 14/5

112 - Octacílio Amaral, Fabio Shiro Monteiro, Daniel Wolff 21/5

113 - Alexandre Schubert, Andersen Viana, Wellington Faria 28/5

114 – Fernando Mattos, Estércio Marquez Cunha 4/6

115 – Nestor de Hollanda Cavalcanti, Sérgio Barboza 11/6

116 - Egberto Gismonti 18/6

117 – Villa-Lobos III 25/6

118 – Pedro Cameron, Edmundo Villani Cortes 2/7

119 – Violão em São Paulo VI: Zé Henrique Martiniano, Laércio Ilhabela, José da Conceição, Paulo Tiné, Toninho Breves, Jair de Paula 9/7

120 - Duo Barbieri-Schneiter 16/7

121 – Carlos Barbosa Lima I 23/7

122 – Carlos Barbosa Lima II 30/7

123 – Estrangeiros III: Jaime Zenamon e Conrado Paulino 6/8

124 – O violão em Minas III: Gilberto Carvalho e Teodomiro Goulart 13/8

125 – Paraguassu, Poly, Maurício de Oliveira 20/8

126 - Violão em Minas V: Gilvan de Oliveira, Caxi Rajão, Beto & Wilson Lopes 27/8

127 – Hélio Delmiro, Romero Lubambo 3/9

128 – Novos Intérpretes IX: Camilo Carrara, Chico Pinheiro, Euclides Marques 10/9

129 – Marcos Lopes, Marcus Siqueira, Mauricio Orosco 17/9

130 – Violão no Nordeste IX: Nenéu Liberalquino, Edvaldo Cabral, Fidja 24/9

131 - Violão em Brasília II: Orquestra de Violões de Brasília, Jaime Ernest Dias, Rogerinho Caetano, Trio Brasília Brasil, Quarteto Artesanal, Marambaia e Fernando Dell'Isola, Álvaro Henrique 1/10

132 – Celso Machado 8/10

133 – Violão em São Paulo VII: Israel Almeida, Eduardo Agni, Rogério Dentello, Arthur Nestrovsky 15/10

134 – Ulisses Rocha 22/10

135 – A Viola Caipira 29/10

136 – Violão em Minas VI: José Lucena, Nelson e Alexandre Pilo, Weber Lopes, Geraldo Viana 5/11

137 – O Violão de 7 Cordas: Tute, China, Dino, Marcello Gonçalves, Zé Barbeiro, Luizinho 7 cordas 12/11

138 – Mikhail Malt, Sílvio Ferraz, Flo Meneses, Luiz Carlos Cseko 19/11

139 – Raphael Rabello 26/11

140 – Mário Ficarelli, Celso Mojola, Sérgio Molina, Sílvia de Lucca 3/12

141 – Osvaldo Lacerda, Eunice Catunda, Sérgio de Vasconcelos Corrêa 10/12

142 – Marlos Nobre II 17/12

143 - Marlos Nobre, Eduardo Escalante, Ernst Widmer, Nélson Macedo, Paulo de Tarso Salles 24/12

144 - Alexandre de Faria 31/12

2009

145 – Yamandu Costa 7/1

146 – Raspa do Tacho I: Dilermando Reis, Alexandre Sapienza, Radamés Gnattali, Walter Burle-Marx, Roberto Vellasco 14/1

147 – Raspa do Tacho II: 160. Olga Praguer Coelho, Ione Ferreira, Marcos Alan, Márcio Côrtes, Mauro Rocha, Brasil Guitar Duo 21/1

148 – Raspa do Tacho III: João Lyra, Alvino Argolo, Djalma Marques, Gaetano Galifi, Victor Biglione, André Geraissati, Marcos Gomes, Maogani 28/1

Nossos agradecimentos

À Gláucia Molina e Almir Amador, pela eficiência e leveza de espírito; à Sonia Maria de Lutiis, por se ocupar da produção do programa durante a licença de Gláucia Molina; a José Roberto Walker, ex-diretor da Rádio Cultura, por abraçar a idéia; e à Gioconda Bordon, atual diretora da Rádio Cultura, pelo apoio dado apoio à continuação da série na etapa inicial da re-estruturação da programação.

Aos colaboradores, numerosos demais para serem listados, que disponibilizaram gravações, livros, artigos de imprensa, dissertações, etc., com destaque para Gilson Antunes, Ivan Paschoito e Ronoel Simões, pelo apoio continuado ao longo dos quase três anos de transmissão, e a Ricardo Dias, Jodacil Damaceno, Marcelo Brasil, Márcia Taborda e Eugenio Reis pela colaboração pontual.

Aos idealizadores e mantenedores do blog vcfz.blogspot.com.

A Ricardo Dias e João Cavalli, pelas entrevistas feitas fora de São Paulo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×