Sign in to follow this  
Followers 0
fabiano borges

12 Estudos Nazarethianos para Violão

14 posts in this topic

Caros amigos do fórum,

Primeiramente, gostaria de desejar-lhes um feliz natal e um próspero ano novo.

É com muita alegria que anuncio o lançamento da série “12 Estudos Nazarethianos para violão”!

Trata-se de um conjunto de obras que o pianista Alexandre Dias me encomendou no segundo semestre deste ano em comemoração aos 150 anos de nascimento do compositor carioca. Recentemente, Alexandre estreou Passeando com Nazareth, obra que ele encomendou ao André Mehmari:

.

No dia 17 de dezembro, finalizei a primeira série de 6 estudos. A segunda série de estudos (6 ao 12) será lançada apenas em 2014.

É uma alegria saber que, no dia 27 de dezembro, o Estudo nº 3 será estreado em Tandil (Argentina) pelo violonista argentino Marco Pablo Dalmacio.

Maiores informações:
http://fabianoborges...ara-violao.html

Saudações musicais, Edited by fabiano borges

Share this post


Link to post
Share on other sites

Incrível Fabiano! Muito legal e parabéns pelo trabalho! Nazareth merece muito ser tocado cada vez mais no violão :)

Feliz natal e próspero ano novo à todos!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caramba, excelente notícia, fico no aguardo pra ouvir esses estudos. Foram escritos para 7 ou 6 cordas?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado pessoal! Foi tudo escrito para 6 cordas.

Abraços!

Transcrevo aqui a informação que disponibilizei em meu blog:

Caros amigos,
Tenho o prazer de anunciar o lançamento do projeto intitulado “12 Estudos Nazarethianos para Violão”. Trata-se de um conjunto de obras que o pianista Alexandre Dias me encomendou no segundo semestre deste ano.
No dia 17 de dezembro, finalizei a primeira série de 6 estudos. A segunda série de estudos (6 ao 12) será lançada apenas em 2014.
Concierto+Tandil+2.pngÉ uma alegria saber que, no dia 27 de dezembro, o Estudo nº 3 será estreado em Tandil (Argentina) pelo violonista argentino Marco Pablo Dalmacio. Vejam o que escreveu Marcos P. Dalmacio:
1-+Tres+Guitarras.JPGEstimados amigos: Escribo para contarles que en algunos días realizaré un concierto de música española en el cual interpretaré guitarra y por primera vez la vihuela. También haré el estreno de la única obra no española del programa, se trata del estudio n° 3 de la serie de 12 Estudos Nazarethianos para violão del guitarrista y compositor brasileño Fabiano Borges. Estas obras fueron escritas este mismo año de 2013 y he tenido el honor de ser el dedicatario del tercero de esos estudios, que es el que será estrenado. El resto del programa está compuesto exclusivamente por repertorio español originalmente escrito para guitarra y para vihuela. El concierto tendrá lugar el Viernes 27 de Diciembre de 2013 a las 20 hs, en la Biblioteca Rivadavia (San Martín 516) de la ciudad de Tandil.

A primeira série de 6 estudos foi estruturada da seguinte maneira:

- Estudo nº 1 (dedicado ao Álvaro Henrique) Mi menor
Inspirado nos temas Furinga, Polonesa, Confidências e Turuna

- Estudo nº 2 (dedicado ao Josué Costa) Ré Maior
Inspirado nos temas Retumbante e Atlântico

- Estudo nº 3 (dedicado ao Marcos Pablo Dalmacio) Lá menor
Inspirado nos temas Floraux, Carioca, Myosotis e Brejeiro

- Estudo nº 4 (dedicado ao Pedro Rodrigues) Ré menor
Inspirado no tema Turuna

- Estudo nº 5 (dedicado ao Alexandre Gismonti) Fá # menor
Inspirado nos temas Digo, Labirinto e Cuéra

- Estudo nº 6 (dedicado ao Coco Vega) Lá menor
Inspirado nos temas Ameno Resedá e Você Bem Sabe

Saudações musicais,
Estudos Nazarethianos
Alexandre Dias — um grande amigo desde os tempos de adolescência — entrou em contato por telefone para divagarmos sobre a música numa manhã do mês de julho deste ano. Como de costume, conversamos sobre inúmeros assuntos musicais, sobretudo acerca do processo de composição musical. Contudo, não se tratava apenas de mais um devaneio musical; mas sim de uma encomenda de doze estudos para violão, os quais tivessem relação com a obra do compositor carioca Ernesto Nazareth (1863-1934), um grande pianista que deixou um expressivo legado musical. Confesso que pestanejei diante de uma tremenda carga de responsabilidade, de modo que o desafio estava lançado.
teste.jpgDe fato, este é um ano extremamente auspicioso, pois estamos comemorando 150 anos de nascimento de Nazareth. Sendo assim, refleti durante alguns dias e, na semana seguinte, retornei a ligação para dizer ao Alexandre que eu aceitava o desafio de realizar este importante projeto, o qual foi batizado com o título “12 Estudos Nazarethianos para violão”.
Cada estudo foi dedicado a um amigo violonista, sendo que as peças foram inspiradas na maneira de compor de Ernesto Nazareth. Para tanto, foram consideradas modulações bastante ocorrentes em suas músicas, conduções da linha do baixo, síncope característica, baixo cantante, levando-se em conta também o idiomatismo do violão. Outra característica bastante ocorrente diz respeito ao baixo pedal, técnica que Nazareth aplicava em muitos de seus tangos brasileiros, sobretudo nas pontes de seus rondós.
Busquei contrastes intensos no andamento, nas dinâmicas e, por vezes, na mudança de tonalidade. Cada estudo foi inspirado em vários temas de Nazareth, cujos nomes constam no subtítulo de cada estudo. Inspirei-me não apenas nos temas conhecidos, mas também em obras desconhecidas.
Não é de outra forma senão com muita alegria que anuncio a concretização deste trabalho proposto pelo grande pianista Alexandre Dias.
Esta data é a oficialização da primeira série que contém 6 Estudos Nazarethianos.
Fabiano Borges
Brasília, 17 de dezembro de 2013

Share this post


Link to post
Share on other sites

Caros amigos,

Reativo este post para uma boa notícia.

O pianista Alexandre Dias tocará o Estudo Nazarethiano n.5 para violão (dedicado ao Alexandre Gismonti) no Rio de Janeiro no dia 19 de março.

Para quem não conhece, Alexandre Dias é um grande pianista que possui uma excelente técnica clássica. Além disso, Alexandre se dedica ao resgate de obras de vários compositores brasileiros. A propósito, seu trabalho voltado para a obra do compositor Ernesto Nazareth é admirável. Vários compositores escreveram sob encomenda para o Alexandre, homenageando o grande Nazareth nos últimos anos.

É uma honra estar no programa de recital que ele fará este mês no Rio de Janeiro. Fica o convite para os amigos cariocas.

Transcrevo a seguir a mensagem do Alexandre:

Abraços,

No dia 19 deste mês, sábado, às 20h, vou tocar um recital com repertório muito especial no Instituto Moreira Salles - RJ. Será o evento Ernesto Nazareth 150 + 3: Contemporâneo, em que tocarei 10 peças que encomendei a 10 compositores contemporâneos, todas dedicadas ao Nazareth. Segue o release do evento. Estão convidados!

O Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro apresenta recital dedicado a Ernesto Nazareth, pai do choro e do piano brasileiro, no dia 19 de março, às 20h. Alexandre Dias tocará músicas inéditas de dez grandes compositores contemporâneos dedicadas a Nazareth, produzidas nos últimos três anos.

O recital Ernesto Nazareth 150 +3: contemporâneo, com o pianista Alexandre Dias, acontecerá, no auditório do IMS-RJ. Ernesto Nazareth (1863-1934) foi um dos compositores mais importantes do Brasil, considerado um dos pais do choro e do piano brasileiro. Sua obra influenciou diversas gerações de músicos, e vem ganhando forte reconhecimento, especialmente depois que seus manuscritos foram nomeados Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Unesco, na categoria Memória do Mundo, em 2014.

A série anual Ernesto Nazareth 150+, produzida pelo Instituto Moreira Salles, que agora está na quinta edição, já se tornou tradicional no cenário musical do Rio de Janeiro, homenageando o compositor carioca com concertos e shows. Esta edição trará um repertório diferente. Em vez dos tradicionais tangos brasileiros, polcas e valsas (como “Odeon”, “Apanhei-te cavaquinho” e “Brejeiro”), Dias irá tocar músicas inéditas que encomendou a dez grandes compositores contemporâneos, realizadas nos últimos três anos, todas dedicadas a Nazareth. A idéia é apresentar novos olhares sobre um compositor brasileiro que nasceu há mais de 150 anos, evidenciando elos profundos na música brasileira que atravessam os tempos.

Os dez compositores são amplamente reconhecidos no cenário brasileiro (sendo um deles americano), e cada um trouxe sua visão sobre Nazareth, de uma maneira muito particular, misturando seu próprio estilo ao do antigo mestre. O leque de estilos musicais é extremamente amplo, indo desde gêneros tradicionais como o choro, composto por Villani-Côrtes, até a música experimental de Jorge Antunes, que utiliza pregadores em cordas do piano. O fluxo de pensamentos de Nazareth será explorado por Ricardo Tacuchian, que simula uma visita post-mortem do compositor à antiga sala de espera do Cinema Odeon, repleta de lembranças; e por Tim Rescala, que utiliza o humor para simular os devaneios de um entediado Nazareth ao piano. As músicas de Edino Krieger e do americano David Thomas Roberts ressaltarão o lado poético de Nazareth, com grande lirismo; Ronaldo Miranda criou uma série de variações sobre um dos choros de Nazareth; Marlos Nobre criou uma segunda Nazarethiana (após 50 anos da composição da primeira); e, para finalizar, teremos um estudo de Fabiano Borges escrito originalmente para violão, aqui transcrito para piano, e um genial passeio de André Mehmari sobre o universo nazarethiano.

Neste mesmo dia, acontece também o lançamento do terceiro e último volume de composições de Nazareth no formato melodia & cifra, com 60 músicas para download gratuito. O site Ernesto Nazareth 150 anos (www.ernestonazareth150anos.com.br) disponibiliza, desde 2012, todas as suas mais de 200 partituras, tanto na versão original para piano solo, como em adaptações para melodia e cifra, sua discografia completa para se ouvir online – são mais de três mil registros fonográficos minuciosamente catalogados –, diversas fotos raras, biografia, linha do tempo e textos com pesquisas inédita.

Programa do recital
Marlos Nobre - Nazarethiana n. 2
Jorge Antunes - Tanguinho do Alexandre
Edino Krieger - Passacalha para Nazareth
Edmundo Villani Cortes - Choro dengoso
Ricardo Tacuchian - Ernesto Nazareth no Cinema Odeon
David Thomas Roberts - Remembrance
Ronaldo Miranda - Aeroflux (revisitando Nazareth)
Tim Rescala - Os devaneios de um entediado Ernesto Nazareth ao tocar num despovoado Cinema Odeon
Fabiano Borges - Estudo nazarethiano n.5 (transcrição de Alexandre Dias para piano solo)
André Mehmari - Passeando com Nazareth

Ernesto Nazareth 150 + 3: contemporâneo
Recital do pianista Alexandre Dias
19 de março | sábado | 20h
Ingresso: R$30 e R$15 (meia)

http://www.ims.com.br/ims/visite/programacao/recital-ernesto-nazareth-2016-contemporaneo

Deixo aqui o vídeo do Estudo Nazarethiano n.3 (dedicado a Marcos Pablo Dalmacio):

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!


Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.


Sign In Now
Sign in to follow this  
Followers 0