Jump to content


Photo

Cd Sete Cordas - Fabiano Borges


  • Please log in to reply
10 replies to this topic

#1 Marcos César

Marcos César

    Old Member

  • Members
  • PipPipPipPipPipPip
  • 2,313 posts
  • Gender:Male
  • Location:Salvador - Bahia

Posted 12 January 2012 - 04:39 PM

Prezados amigos,
Meu querido amigo Fabiano me enviou este insigne presente, já estava até com vergonha, afinal tem um tempinho, porém, escutei com muita calma agora.
Todos aqui sabe do talento desse violonista, este Cd sedimenta, registra o esforço de um grande talento. No álbum, Borges, mostra suas grandes influência latino americanas e também seu gênio para compor, vide Suíte Contrastes Latinos, uma obra prima, uma aurea.
São 2 cd's, começando com Meu Avô do Rabello, Fabiano é Mestre na obra desse violonista, esta em duo. Destaque também para Escovado, ficou um primor, ainda encontramos, Comovida, do Guinga, Ternura, dos Índios Tabajaras, Adiós Nonino, essa ainda bem que ele registrou, porque é uma das melhores interpretações que já escutei.
Enfim, o Cd é belíssimo, música suingada e sonoridade límpida, recomendo a todos!
Meu amigo, espero que seja o 1° de vários álbuns, ainda tô escutando... mas achei que deveria escrever esse primeiro impacto.
Milhares de parabéns!!!
Abraços
Marcos César

Edited by Marcos César, 12 January 2012 - 08:44 PM.


#2 fabiano borges

fabiano borges

    Old Member

  • Members
  • PipPipPipPip
  • 686 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasília-DF, Brasil

Posted 13 January 2012 - 11:23 AM

Prezados amigos,
Meu querido amigo Fabiano me enviou este insigne presente, já estava até com vergonha, afinal tem um tempinho, porém, escutei com muita calma agora.
Todos aqui sabe do talento desse violonista, este Cd sedimenta, registra o esforço de um grande talento. No álbum, Borges, mostra suas grandes influência latino americanas e também seu gênio para compor, vide Suíte Contrastes Latinos, uma obra prima, uma aurea.
São 2 cd's, começando com Meu Avô do Rabello, Fabiano é Mestre na obra desse violonista, esta em duo. Destaque também para Escovado, ficou um primor, ainda encontramos, Comovida, do Guinga, Ternura, dos Índios Tabajaras, Adiós Nonino, essa ainda bem que ele registrou, porque é uma das melhores interpretações que já escutei.
Enfim, o Cd é belíssimo, música suingada e sonoridade límpida, recomendo a todos!
Meu amigo, espero que seja o 1° de vários álbuns, ainda tô escutando... mas achei que deveria escrever esse primeiro impacto.
Milhares de parabéns!!!
Abraços
Marcos César


Grande Marcos,

Primeiramente, obrigado pelos comentários detalhados de sua impressão.

Fico feliz que tenha gostado e que tenha, enfim, conseguido pegar seu exemplar! rs

Há também vídeos em ful HD em cada disco (disco 1 e disco 2): documentário e um vídeo clipe (parte da Suíte Contrastes Latinos). Basta mandar rodar no computador com internet. Caso não haja internet, abra o arquivo em "Meu Computador".

Amigos, gostaria de registrar, aqui, um adendo. Há vários sites vendendo meu disco: MCK, TRATORE e Livraria Cultura.

http://loja.mck.com.br/fabiano-borges-sete-cordas.html e http://www.livrariacultura.com.br/scripts/busca/busca.asp?

No site da Tratore, vocês podem ouvir um pouco cada faixa e ainda constam links de vídeos: http://www.tratore.c...d=7899004761795

Em sempre coloco novidades musicais em meu blog. Visitem quando puder: fabianoborgesnet.blogspot.com.

PS. Acredito que ainda existam alguns exemplares com preço promocional na MCK.

Abração, Marcos!

Saudações musicais a todos!

Edited by fabiano borges, 13 January 2012 - 11:26 AM.


#3 Marcos César

Marcos César

    Old Member

  • Members
  • PipPipPipPipPipPip
  • 2,313 posts
  • Gender:Male
  • Location:Salvador - Bahia

Posted 13 January 2012 - 01:24 PM

Grande Marcos,

Primeiramente, obrigado pelos comentários detalhados de sua impressão.

Fico feliz que tenha gostado e que tenha, enfim, conseguido pegar seu exemplar! rs

Há também vídeos em ful HD em cada disco (disco 1 e disco 2): documentário e um vídeo clipe (parte da Suíte Contrastes Latinos). Basta mandar rodar no computador com internet. Caso não haja internet, abra o arquivo em "Meu Computador".

Amigos, gostaria de registrar, aqui, um adendo. Há vários sites vendendo meu disco: MCK, TRATORE e Livraria Cultura.

http://loja.mck.com.br/fabiano-borges-sete-cordas.html e http://www.livrariacultura.com.br/scripts/busca/busca.asp?

No site da Tratore, vocês podem ouvir um pouco cada faixa e ainda constam links de vídeos: http://www.tratore.c...d=7899004761795

Em sempre coloco novidades musicais em meu blog. Visitem quando puder: fabianoborgesnet.blogspot.com.

PS. Acredito que ainda existam alguns exemplares com preço promocional na MCK.

Abração, Marcos!

Saudações musicais a todos!


Vixe! Esses vídeos eu não sabia rsrsrsrs, vou ver agora.
Abraços!

#4 Eugenio

Eugenio

    Veteran

  • Moderators
  • 8,437 posts
  • Gender:Male
  • Location:NY

Posted 30 July 2012 - 09:46 PM

Trazendo o tópico de volta, finalmente tirando um tempo pra comentar o CD, que adquiri e venho ouvindo faz meses.

A primeira coisa que chama a atenção no disco é o trabalho visual, tudo muito bonito, caprichado, o digipak realmente ficou de primeira. Disco de violão costuma ser simplório, com um folhetinho e umas fotos mal tiradas, mas o disco do Fabiano ficou um primor nesse aspecto, algo que comprar MP3 na Internet jamais vai conseguir substituir.

Conforme já comentado, é um album duplo, algo também raro nesse universo do violão solo. Cada CD tem 9 faixas, o primeiro é exclusivamente de repertório brasileiro, enquanto segundo é um passeio pelo resto da América Latina. Em ambos os discos, a primeira faixa é um duo com o violonista cubano Aléxis Mendez, no disco brasileiro a peça de abertura é Meu Avô (Raphael Rabello) e no disco latino-americano é Ternura (Nato Lima).

O repertório predominante é de arranjos e composições do próprio Fabiano, com destaque para Sambossa, Samba em Minas e El Primer Tremolo. Há também composições originais para violão, como Comovida (Guinga) e Bons Tempos (César Doria).

Ah, acho que até agora não mencionei que o disco foi todo gravado com violão de 7 cordas.

A interpretação para Comovida, por exemplo, uma valsa do Guinga, é muito bem pensada e dá destaque a muitos aspectos melódicos e harmônicos que muitas vezes ficam escondidos. Considerando que é uma peça previamente gravada por Raphael Rabello, o senso de resposabilidade é muito grande. Há arranjos para duas peças de Ernesto Nazareth, Escovado e Tenebroso.

No disco latino-americano, a gente encontra o standard do tango, Adiós Noniño, de Piazzola, desta vez com 7 cordas e várias incursões por estilos e ritmos de vários países diferentes, como Milonga e Escondido.

Minha preferência recai para o disco com o repertório brasileiro, que soa como o idioma musical nativo do Fabiano, o latino-americano tem um caráter passional e de exploração, enquanto que o disco brasileiro parece compilar um trabalho desenvolvido de longas datas e onde o aspecto emotivo parece ter deixado uma marca muito profunda na formação musical do Fabiano.

Eu só tenho a festejar o lançamento desse disco, que mostra um violonista produzindo um disco com o amor e a dedicação que se dá a um filho, pensando em todos os detalhes, lapidando os arranjos, a técnica, as idéias, a expressão, enfim, um trabalho artístico de primeira linha.

#5 Mário Sampaio

Mário Sampaio

    Old Member

  • Moderators
  • 2,825 posts
  • Gender:Male
  • Location:Rio de Janeiro - RJ, Brasil

Posted 30 July 2012 - 11:56 PM

Muito legal. Parabéns, Fabiano! Vou providenciar o meu exemplar, quero ouvir esse CD.

#6 fabiano borges

fabiano borges

    Old Member

  • Members
  • PipPipPipPip
  • 686 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasília-DF, Brasil

Posted 31 July 2012 - 03:56 PM

Trazendo o tópico de volta, finalmente tirando um tempo pra comentar o CD, que adquiri e venho ouvindo faz meses.

A primeira coisa que chama a atenção no disco é o trabalho visual, tudo muito bonito, caprichado, o digipak realmente ficou de primeira. Disco de violão costuma ser simplório, com um folhetinho e umas fotos mal tiradas, mas o disco do Fabiano ficou um primor nesse aspecto, algo que comprar MP3 na Internet jamais vai conseguir substituir.

Conforme já comentado, é um album duplo, algo também raro nesse universo do violão solo. Cada CD tem 9 faixas, o primeiro é exclusivamente de repertório brasileiro, enquanto segundo é um passeio pelo resto da América Latina. Em ambos os discos, a primeira faixa é um duo com o violonista cubano Aléxis Mendez, no disco brasileiro a peça de abertura é Meu Avô (Raphael Rabello) e no disco latino-americano é Ternura (Nato Lima).

O repertório predominante é de arranjos e composições do próprio Fabiano, com destaque para Sambossa, Samba em Minas e El Primer Tremolo. Há também composições originais para violão, como Comovida (Guinga) e Bons Tempos (César Doria).

Ah, acho que até agora não mencionei que o disco foi todo gravado com violão de 7 cordas.

A interpretação para Comovida, por exemplo, uma valsa do Guinga, é muito bem pensada e dá destaque a muitos aspectos melódicos e harmônicos que muitas vezes ficam escondidos. Considerando que é uma peça previamente gravada por Raphael Rabello, o senso de resposabilidade é muito grande. Há arranjos para duas peças de Ernesto Nazareth, Escovado e Tenebroso.

No disco latino-americano, a gente encontra o standard do tango, Adiós Noniño, de Piazzola, desta vez com 7 cordas e várias incursões por estilos e ritmos de vários países diferentes, como Milonga e Escondido.

Minha preferência recai para o disco com o repertório brasileiro, que soa como o idioma musical nativo do Fabiano, o latino-americano tem um caráter passional e de exploração, enquanto que o disco brasileiro parece compilar um trabalho desenvolvido de longas datas e onde o aspecto emotivo parece ter deixado uma marca muito profunda na formação musical do Fabiano.

Eu só tenho a festejar o lançamento desse disco, que mostra um violonista produzindo um disco com o amor e a dedicação que se dá a um filho, pensando em todos os detalhes, lapidando os arranjos, a técnica, as idéias, a expressão, enfim, um trabalho artístico de primeira linha.


Caro amigo Eugênio.

Sinto-me lisonjeado com suas palavras.

Bom,
embora "Ternura" seja uma música do Mussapere (integrante dos Índios Tabajara, cujo grupo provém da etnia Tabajara do Ceará), eu a conheci fora do Brasil. Além disso, não consigo achar um gênero definido para a música "Ternura". Há momentos que essa música parece um xote e, em outros momentos, a música me faz lembrar um choro ou um porro colombiano. A propósito, acho que eles são mais conhecidos no Peru do que aqui no Brasil. Por isso, acabei considerando-a no disco 2 ("disco latino"). Além disso, eu mantive uma simetria: 9 faixas no disco 1 e 9 faixas no disco 2...

Eu, particularmente, gosto muito das faixas "Aire de Milonga" (Suíte Contrastes Latinos) e de Camino a Santiago (aire de chacarera com uma introdução inspirada em Leo Brouwer).

Já estou preparando o meu próximo disco!!!

Abraços musicais!

PS. Apenas uma curiosidade. Fiquei sabendo que minha versão de Ternura estava tocando numa aula de Spinning em Brasília. Algo extremamente insólito...

#7 fabiano borges

fabiano borges

    Old Member

  • Members
  • PipPipPipPip
  • 686 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasília-DF, Brasil

Posted 31 July 2012 - 04:07 PM

Muito legal. Parabéns, Fabiano! Vou providenciar o meu exemplar, quero ouvir esse CD.


Obrigado, Mário!

Aproveito para convidar todos vocês a acessarem o link do meu blog relativo ao meu disco:http://fabianoborges...-locais-de.html

Há todas as informações necessárias!

Abraços!

Edited by fabiano borges, 31 July 2012 - 04:07 PM.


#8 Marcos César

Marcos César

    Old Member

  • Members
  • PipPipPipPipPipPip
  • 2,313 posts
  • Gender:Male
  • Location:Salvador - Bahia

Posted 31 July 2012 - 07:04 PM

Realmente, Eugenio escreveu o que eu queria falar.
Fabiano não fez nada demais rsrsrs, apenas segue a dinastia dos grandes que elevam o violão sete cordas.
Aproveito o ensejo para indagar sobre o novo cd, será autoral?
Parabéns meu amigo!!!

Edited by Marcos César, 31 July 2012 - 07:11 PM.


#9 Eugenio

Eugenio

    Veteran

  • Moderators
  • 8,437 posts
  • Gender:Male
  • Location:NY

Posted 31 July 2012 - 10:04 PM

Acho que Ternura realmente tem tudo a ver com o segundo disco. Os Tabajaras fizeram um trabalho musical muito misto, com muita coisa mesclada da América latina e do Brasil, bem como um monte de coisa de caráter mais comercial ou adaptada pro gosto norte-americano.

O Nato Lima era um cara anormal, com um talento difícil de explicar ou definir, ele não se ateve a nenhuma escola estética específica, talvez até mesmo pelo fato de ter tido uma formação musical tão pouco ortodoxa.

Fabiano, já estou na fila do próximo CD!

#10 fabiano borges

fabiano borges

    Old Member

  • Members
  • PipPipPipPip
  • 686 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasília-DF, Brasil

Posted 02 August 2012 - 11:07 AM

Realmente, Eugenio escreveu o que eu queria falar.
Fabiano não fez nada demais rsrsrs, apenas segue a dinastia dos grandes que elevam o violão sete cordas.
Aproveito o ensejo para indagar sobre o novo cd, será autoral?
Parabéns meu amigo!!!


Grande Marcos.

Muito obrigado pelas palavras elogiosas!!!

Grande abraço!

Melhoras!!