Jump to content


Photo

Fotos de Violão - J. R. Sforcin


  • Please log in to reply
66 replies to this topic

#1 Julian J. Ludwig

Julian J. Ludwig

    Veteran

  • Moderators
  • 5,342 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasil / Germany

Posted 02 March 2008 - 06:43 PM

















#2 Julian J. Ludwig

Julian J. Ludwig

    Veteran

  • Moderators
  • 5,342 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasil / Germany

Posted 02 March 2008 - 06:47 PM










#3 Julian J. Ludwig

Julian J. Ludwig

    Veteran

  • Moderators
  • 5,342 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasil / Germany

Posted 02 March 2008 - 06:51 PM










#4 rbpaiva

rbpaiva

    Old Member

  • Moderators
  • 1,247 posts
  • Gender:Male
  • Location:João Pessoa-PB

Posted 02 March 2008 - 06:58 PM

Julian,

Se puder, fale mais sobre este luthier.

Que belo tampo de pinho hein? E essa madeira clara pra fundo e laterais, qual é? Maple?

#5 Julian J. Ludwig

Julian J. Ludwig

    Veteran

  • Moderators
  • 5,342 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasil / Germany

Posted 02 March 2008 - 07:02 PM

Oi Ruben, queria deixar espaço para ele mesmo falar de seu trabalho.

Ele deve dar as caras por aqui daqui a pouco.


Imagino que esse fundo seja cipreste.




Cipreste Espanhol - (Cupressus Sempervirens) - Densidade média 0,45g/cm3



Madeira maravilhosa, branca, sem poros, leve e de um aroma delicioso. Esta madeira é tipicamente usada em violões flamencos, porém funciona bem em clássicos também, oferecendo grande sonoridade, beleza e projeção. É uma das madeiras favoritas do grande Luthier Romanillos assim como foi do Mestre Antonio de Torres. Encontrada principalmente na costa do Mediterrâneo na Espanha e Itália.

Segundo Roberto Gomes:

A espécie mais tradicional para violões de flamenco. Originária da Ásia Ocidental, foi introduzida há séculos na bacia do Mediterrâneo. Madeira clara com peso específico de aprox. 0,50 gm/cm3. Está começando a ficar escassa e os preços beirando o preço do Jacarandá Brasileiro. Surprendentemente é a madeira favorita de Romanillos para violões clássicos. Uso para vihuela e é uma opção para os modelos "Special" e "Maestro". Após alguns anos de pesquisa descobri uma espécie relata: Cupressus lusitanica, cipreste de Goa, que aqui se chama cedrinho e é usada p/ cercas vivas.

#6 Humberto Yoji

Humberto Yoji

    Old Member

  • Members
  • PipPipPipPipPipPip
  • 1,719 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo, SP

Posted 02 March 2008 - 07:18 PM

Cipreste ou maple, é extremamente bonita, gostei muito! Imagino que deve privilegiar os agudos, ou estou enganado? Eu particularmente não gosto muito do efeito estético do "bear claw" nos tampos de pinho. Mas são belíssimos instrumentos, belíssimos. Abraços

#7 Julian J. Ludwig

Julian J. Ludwig

    Veteran

  • Moderators
  • 5,342 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brasil / Germany

Posted 02 March 2008 - 07:22 PM

QUOTE
Cipreste ou maple, é extremamente bonita,



Oi Humberto, não sei se foi nesse sentido que você falou, mas so para evitar confusão... wink.gif


Cipreste e Maple são madeirais diferentes, ambas muito usadas para violões flamenco.
Ambas também muito bonitas, mas prefiro o desenho do Maple.


(acho que foi isso que você quis dizer)

#8 Polegario Luthier

Polegario Luthier

    Old Member

  • Luthier
  • 593 posts
  • Gender:Male
  • Location:São gonçalo/ Rio de Janeiro/Brasil
  • Interests:Contatos profissionais<br />Amigos<br />Aprendizado da luthieria.

Posted 02 March 2008 - 07:26 PM

O Sforcin é um fera!!!

Meus parabéns Jose Roberto, e bem vindo!!
Os bichinhos estão belos!!!

#9 Humberto Yoji

Humberto Yoji

    Old Member

  • Members
  • PipPipPipPipPipPip
  • 1,719 posts
  • Gender:Male
  • Location:São Paulo, SP

Posted 02 March 2008 - 07:27 PM

Na verdade quis dizer que independente de qual seja esta madeira que o Sforcin usou (cipreste ou maple), ela é muito bonita, essa desse violão em específico. Não conheço outros violões (de cipreste ou maple) pra saber se são todas bonitas assim. Mas dessa em especial gostei muito, achei a cor muito bonita. Confusão evitada? Valeu, Julian, abraço!

#10 sforcin

sforcin

    Member

  • Luthier
  • 159 posts
  • Gender:Male
  • Location:Araçoiaba da serra - SP (1h:20) de sampa

Posted 02 March 2008 - 09:32 PM

QUOTE(Julian J. Ludwig @ Mar 2 2008, 07:02 PM) <{POST_SNAPBACK}>
Oi Ruben, queria deixar espaço para ele mesmo falar de seu trabalho.

Ele deve dar as caras por aqui daqui a pouco.


Imagino que esse fundo seja cipreste.




Cipreste Espanhol - (Cupressus Sempervirens) - Densidade média 0,45g/cm3



Madeira maravilhosa, branca, sem poros, leve e de um aroma delicioso. Esta madeira é tipicamente usada em violões flamencos, porém funciona bem em clássicos também, oferecendo grande sonoridade, beleza e projeção. É uma das madeiras favoritas do grande Luthier Romanillos assim como foi do Mestre Antonio de Torres. Encontrada principalmente na costa do Mediterrâneo na Espanha e Itália.

Segundo Roberto Gomes:

A espécie mais tradicional para violões de flamenco. Originária da Ásia Ocidental, foi introduzida há séculos na bacia do Mediterrâneo. Madeira clara com peso específico de aprox. 0,50 gm/cm3. Está começando a ficar escassa e os preços beirando o preço do Jacarandá Brasileiro. Surprendentemente é a madeira favorita de Romanillos para violões clássicos. Uso para vihuela e é uma opção para os modelos "Special" e "Maestro". Após alguns anos de pesquisa descobri uma espécie relata: Cupressus lusitanica, cipreste de Goa, que aqui se chama cedrinho e é usada p/ cercas vivas.


Oi Julian, quero agradecer pelo trabalho e pelo espaço que voce me cedeu, muito obrigado.
A madeira clara é O Cipreste, mesma espécie q. foi mencionado. Aqui ele foi usado em uma construção classica, o som ja deu sinais de ser muito bom.