Jump to content

wolfgang schmidt

Luthier
  • Content Count

    142
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About wolfgang schmidt

  • Rank
    Member
  • Birthday 05/27/1979

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    são paulo
  1. ola a todos, tenho mais um violão pronto, é uma replica de um violão torres, é certamente a replica mais precisa que ja fiz. uma pequena descrição do som, esse violão me surpreendeu muito, apesar de ter poucos dias de vida parecer ter um som ja maduro, com timbre sofisticado, que vai do doce característicos dos torres ate metálico. esse violão tem um volume acima da media. tampo: abeto fundo jacaranda imperial, 100 anos escala: ebano cavalete: jacaranda mosaico e filetes: artesanais replica de torres aqui outras fotos http://imageshack.us/photo/my-images/191/dscn0139ax.jpg/ http://imageshack.us/photo/my-images/152/dscn0147g.jpg/ http://imageshack.us/photo/my-images/607/dscn0144n.jpg/ qualuqer duvida me mande um email, luthier.wolf(arroba)yahoo.com.br
  2. ola a todos, estou disponibilizando mais um violão para pronta entrega, é meu modelo concerto. as madeiras foram cuidadosamente selecionadas, e o tampo afinado em g#. tampo: abeto fundo e laterais: jacaranda baiano braço: cedro escala: ebano cavalete: jacaranda mosaico e filetes artesanais. acabamento: nitro / goma-laca aos interessados favor mandar um email para luthier.wolf(arroba)yahoo.com.br ou um mp. estou a disposição para esclarecer duvidas. abraço.
  3. muito bom o som garrido, que diferenças das primeiras gravações!
  4. eu acho isso revoltante! e não acho que deva ser deixado de lado, temos que ser responsaveis sim! mas não tolos! se isso realmente esta acontecendo acho que deve ser apurado, pois esses luthiers estão lesando violonistas desavisados e tambem praticando uma concorrecia suja com seus colegas luthier, qie provalmente não pderão competir em prazos e preços!
  5. eu ja ouvi falar disso, exitem até fabricas especializadas nisso, fazer intrumentos para receber finalização por um luthier, se chamam instrumentos brancos. é mais comum em violinos e outros da familia, mas eu ja ouvi falar de algo similar em violões.
  6. Ola pessoal, gostaria de agradecer a todos pelos mp's e emails, e informar que esse ja tem dono, em breve terei outros dois violões disponiveis, um de Wengue e outro de Morado abraço.
  7. em suma tudo que é feito com a intensão de melhorar algum aspecto sonor do violão é valido,
  8. As laterais e o fundo não são concebidos para vibrar, porem vibram. Certa vez estava na casa do Eugenio Follmann, ele é Dr. em Acústica, e estávamos falando sobre as co-relações entre áreas da física diferentes, como por exemplo, a óptica e a acústica, ambas são ondas ( porém, a luz também é partícula ) então pense no som como luz, e o fundo do violão como um espelho, se o espelho reflete 100% da luz, ou seja todo o espectro com a mesma intensidade, vemos um reflexo perfeito e neutro sem tender para uma ou outra cor. Agora se o espelho for levemente amarelado ou avermelhado ele vai refletir mais essa cor do que a outra. Esse é o sotaque que o Garrido se refere, cada madeira absorve ou reflete mais ou menos algumas freqüências, essa relação é que forma o timbre atribuído ao fundo e laterais. Já as laterais compostas têm a intenção de diminuir a vibração das laterais, e dependendo de quais madeiras vc combina, o tempero do timbre muda. Eu percebi uma melhora no foco e na definição. Laterais compostas quando batidas ( taptoned ) são mais sonoras ( me refiro a duas faixas de madeira serrada e coladas juntas, não é laminação de folhas ) Eu, particularmente, acho que o fundo e laterais são subestimados, atribuo grande importância à eles. Fiz muitos teste com laterais de duas faixas e fundos com sapatas, e ha grandes alterações no timbre e ganho de volume. É um laboratório, é preciso fazer muitos testes e fazer notações. Até o momento tenho gostado bastante dos resultados. Agora uma coisa é inquestionável, o tampo é a alma do violão! Não faria laminações ou composições com ele.
  9. é verdade que ramires fazia uma especie de laminação, mas calma lá, ha uma diferença gigante entre laminas faqueada e cortada na serra. Quando se faqueia uma madeira, é como um estupro! A madeira rompe grande parte de sua estrurua ficando mais mole e facil de enrolar, o seja perde as qualidade que tanto buscamos nelas. ja serrando retira-se uma parte do material dividendo a madeira, ambas as partes mantem se estaveis e com todas as propriedade inalteradas. ramires usava madeira serrada! e eram apenas duas faixas de madeira, jacaranda de 1.5mm até 2mm e uma interna de 1,5 até 2mm de cypreste. não se compara ha uma laminaçã de folhas faqueadas. então eu digo que ha diferenças sim em alguns tipos de laminação, eu prefiro dizer composição no caso de ramires e alguns outros luthier, eu incluso.
  10. ola vinicius fica na zona leste de são paulo, te mando o endereço e tel por MP
  11. valeu vinicius e jeff, poxa, vinicius não passe vontade venha me visitar e toque!
  12. valeu sandro, maple realmente é muito bonito, mas não acho quebradiço não é bem estavel e dobra facilmente, agora em braços é recomendavel usar um tensor de ebano ou jacaranda pois ele pode empenar se não tiver estupidamente seco, se esse for o caso não ha risco, cellos e contrabaixos tem braços de maple e dificilmente empenam.
  13. Obrigado Leo, é verdade maple tem essas caracteristicas que vc mencionou, alem de uma nitidez excelente, e os filetes são de jacaranda mesmo. acqui o pessoal ainda não conhece bem violões de maple, mas la fora é bastante usado. talves seja por que o jacaranda é daqui, e era abundante, mas isso mudou, em breve será muito dificil achar um violão de jacaranda baiano, ai esse violões com madeiras diferentes ou alternativas, serão a melhor opção. na verdade eu ja acho que são, o jacaranda é superestimado, nem todo jacaranda soa bem.
  14. Ola, esse é meu mais novo violão, ele esta disponivel em meu atelier para teste. estou particularmente bastante satisfeito com o resultado, pois ja fazia tem que não construia com maple. e não me descepcionei, ficou excatamente como eu esperava, graves muito profundos e agudos sedosos, otima variação de cor e volume muito bom. fiz ele tambem muito leve, quase não pesa no colo. braço muito confortavel em formato D fino. para mais informção entre encontato por MP ou email, luthier.wolf[ARROBA]yahoo.com.br abraço.
  15. estou a disposição Eugenio. vc que vc esta atraz de pauferro em prancha, cara ta dificil, eu comprei ja faz muito tempo e nunca mais achei. vem da bolivia e estamos com problemas diplomaticos com eles.
×
×
  • Create New...