Jump to content

guto

Moderators
  • Content Count

    3,273
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by guto

  1. Como prometido, botando a casa em ordem! ---------------------------------------------------------------- Recortando e lixando o fundo 1-Usando o gabarito para riscar a forma. 2-Recortando na serra de fita. 3- Recortado. 4- Passando na lixadeira de rolo para chegar na espessura. 5- Recortado e lixado.
  2. Vamos lá, botando o negócio em ordem de marcha! Agora chegamos ao fundo. Sem duplo sentido. --------------------------------------------------------------------------------------- Emendando o fundo: Agora que as laterais estão prontas e devidamente envergadas, vamos preparar o fundo para enfim, começar a montagem do violão. 1- Fundo e laterais em Jacarandá Indiano. 2- Ajustando a emenda do fundo. 3- Preparando e colando o filete da emenda do fundo. 4- Ajustando o filete. 5- Finalizando a colagem. Valeu Garrido!
  3. Não sei exatamente quando o Vina volta, mas não deve demorar mais que um mês, hehehehe... Especificamente no final de semana do dia 30 de junho eu tenho compromisso em Campinas. Pra mim, se fosse no seguinte seria melhor, mas vamos pela maioria, claro. E aí Eugenio, dessa vez você vem?
  4. Meu prédio tem um salão razoável. Eu deixo à disposição se não rolar por lá. Talvez o problema seja a localização para alguns. Fica no Jaguaré e o metrô mais próximo hoje é o do Butantã, que não é lá muito perto.
  5. Hahahaha, é verdade. Bem colocado.
  6. Lindo, o cara manda bem até em Bach. Esse é pra assistir sentado na ponta da cadeira:
  7. Eu vi isso há um tempo, quase chorei! Emocionante.
  8. Vamos lá, mais um post da nossa série. Hoje: Envergando as laterais. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------- Envergando as laterais 1- Forninho usado para envergar as laterais e os filetes. 2- Prendendo as laterais no forninho. 3- Envergando. 4- Envergadas. 5- Prontas. ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Mais uma vez muito obrigado ao Garrido e desculpem a demora nas atualizações. Vamos correr atrás do prejuízo, hehehehhe.
  9. Pois é Ivan, e a culpa do atraso aqui é minha. Passei uns tempos difíceis aqui no trabalho, não tem dado tempo nem de olhar o fórum. Mas vou agilizar pras postagens ficarem sincronizadas. Abraço!
  10. Bom dia senhores. Me atrasei com essa postagem, o trabalho aqui tá pegando fogo essas últimas semanas, me desculpem. Seguimos com a preparação das laterais. Valeu Garrido, simbora... ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Preparando as laterais Agora que o tampo e o braço estão prontos, vamos preparar as laterais e o fundo para começarmos a montagem do violão. 1- Laterais recortadas um pouco maior que as medidas finais. 2- Fazendo o chanfro com a plaina. 3- Laterais chanfradas. 4- Passando na lixadeira de rolo para chegar na espessura. 5- Riscando as medidas finais. 6- Recortando na serra de fita.
  11. Interessante também que usou Sitka no 7 cordas. Por causa da maior tensão?
  12. Melhoras, Marcos! E rápido, porque ficar sem poder tocar quando dá vontade é duro...
  13. A espera é a pior parte. Parabéns e aproveite muito o novo violão!
  14. Caramba, que violão lindo! Parabéns, Eduardo, gostei muito.
  15. É impressão minha ou essa madeira é parecida com a Macacaúba? Bonito violão, parabéns!
  16. Vamos lá, mais um final de semana com atualização. Hoje numa sexta feira 13 pra dar sorte, hehehehe. Abraços! --------------------------------------------------------------------------------------------------------- Esculpindo o tróculo 1- Tróculo colado. 2- Marcando as medidas. 3- Fazendo o rasgo para encaixe das laterais na serra de fita. 4- Recortando a parte interna do tróculo. 5- Rasgos e recorte finalizados. 6- Cortando no formato triangular. 7- Esculpindo com formão. 8- Dando forma com a grosa. 9- Semi pronto. 10- Acabamento com lixa. 11- Tróculo finalizado. Como sempre, muito obrigado ao Garrido pela boa vontade! E se fiz alguma confusão com as fotos ou legendas é só xingar que eu arrumo.
  17. Opa, estou de volta com mais uma atualização pra encerrar essa semana mais curta. Chegamos ao tróculo. Valeu, Garrido! ------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Colando o tróculo 1- Pedaço de Mogno para confecção do tróculo. 2- Passando cola. 3- Posicionando. 4- Pressionando com grampo. 5- Finalizado. -------------------------------------------------------------------------------------------------- Até agora, acho que essa é a única parte de um violão que eu conseguiria fazer .
  18. guto

    Violão Greg Byers

    Escalopada é diferente de abaulada. Escalopada é isso: Abaulada é isso: Esse desenho é de guitarra, de violão clássico é bem mais suave que isso.
  19. Vamos lá, pra terminar a semana bem, mais uma atualização! --------------------------------------------------------------------------------- Finalizando o acabamento da mão 1- Desbastando com a grosa. 2- Semi acabado. 3- Marcando para fazer o rebaixo. 4- Rebaixando com o formão. 5- Rebaixo pronto. 6- Acabamento com lima. 7- Mão finalizada.
  20. Bom, trocou um excelente violão por outro igualmente excelente, mas são instrumentos BEM diferentes. Mas agora só falta mudar de ideia de novo e resolver ficar com o Humphrey da Guitanda, porque o salto de valor do post inicial até agora foi bem significativo! Parabéns pelo novo instrumento e mantenha as mãos com gordura de picanha dos amigos a uma distância segura.
  21. Senhores, mais um tópico de "manicure". Semana passada recebi um pacotinho da stringsbymail, como de costume, com minha encomenda de cordas. Porém dessa vez pedi uma coisinha diferente junto das cordas. Não sei se alguém aqui já usou, mas é uma lixa de vidro: http://www.stringsby...raved-5762.html Segundo o site ela tem garantia de nunca gastar. Diz que você pode até perdê-la ou quebra-la, mas que ela nunca vai se desgastar. Enfim, achei meio facada, mas como as livas comuns sempre "acabam" depois de um tempo, calculei que logo, se não a perdesse, ela estaria "paga". Logo que chegou fui testar o negócio. Primeira impressão: Baita arrepio na espinha! Aquela aflição de riscar o quadro negro com as unhas, manja? Hehehehe... Mudei o ângulo e aí foi melhor, menos aflitivo, mas é meio estranho assim mesmo. Depois de um pouco de sofrimento e de acostumar com a sensação estranha, a boa impressão: Mesmo a lixa comendo bem rápido, o resultado logo após o lixamento é de uma superfície quase lisa, sem aquela textura grosseira das lixas normais. É rapidinho pra dar polimento. Gostei do resultado, vamos ver se não gasta mesmo. Comprei também o jogo da Micromesh com 4 lixas, 4000, 6000, 8000 e 12000. Impressionante o resultado do polimento. Pra quem gosta de unhas BEM polidas eu recomendo! Só que a stringsbymail tá mandando um padacico de nada de lixa . Quando o Eugenio me mandou umas de presente, que ganhei num dos primeiros sorteios aqui do fórum, elas eram bem maiores.
  22. guto

    Violão Greg Byers

    Eugenio, se você pedir um violão de Adamantium ao Tessarin ele deve fazer. Capaz até de já ter feito algum, hehehehe... E é por isso mesmo que eu mantenho os dois, um é MUITO diferente do outro e eles meio que se complementam. E concordo quanto às citações serem meio pesadas. Podemos concordar ou descordar da postura ou opiniões de seja quem for, mas não precisamos ser deselegantes. Dá pra todo mundo viver numa boa, cada um com seu violão favorito e suas opiniões sobre os diferentes tipos de construção. Aí você acertou em cheio!
  23. guto

    Violão Greg Byers

    Wallace, nesse ponto eu tenho que discordar parcialmente de você. Tenho um violão bem tradicional e um double-top de cedro também. Eu percebo nitidamente que estudar o "tirar som" no tradicional ajuda até mesmo no double-top. Eu, pessoalmente, acho sim que estudar num violão mais delator ajuda a identificar as falhas mais facilmente, principalmente as referentes à qualidade do som. Outra coisa engraçada é que depois de estudar no Double Top, que tem mais som/potência você acaba se esforçando mais pra tirar mais som (em termos de volume) do tradicional. Então uma coisa meio que alimenta a outra. Tá aí uma ótima justificativa pra comprar um violão a mais! Hehehehehe... Agora, principalmente pra apresentações, o que vale é o resultado final ser o melhor possível. Se vai ser num violão de pinho, cedro, double-top, de fibra de carbono ou adamantium, o artista e o público que julguem.
  24. Muito bom! Além do som, a execução está excelente. Gostei mesmo.
×
×
  • Create New...