Jump to content

astra-taranis

Members
  • Content Count

    69
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by astra-taranis

  1. pq nao tem um topico explicando os tipos de violao? tipo moderno, tradicional, hauser, e sei la mais os que tem.... nao sei a diferenca de nenhum deles e nao acho isso no forum de forma facil, tem em topicos de outrosd assuntos o que leva um tempo gigsantesco pra achar e nem sempre eh confiavel...
  2. poderia fazer review desse violao e do godin tb... nao sei pq o pessoal aqui do forum reluta em fazer reviews, poxa é tao revelador e enobrece altamente o forum..
  3. nao acredito que mude o som, de forma perceptivel a ponto de ser impositivo ou nao a compra. do contrario grandes luthiers nao fariam eletricos muito menos sound ports... acho que esse é mais um grande mito propagado pelo achismo total.
  4. Desmontei uma cama minha, casal, mais de 30 anos ! Mogno perfeito, sem rachaduras, nada, muito bem cuidada. Só as laterais sao 2 metros por 22 cm de altura e 3 cm de profundidade (2 laterais). A cabeceira tem adornos macicos de mogno de aproximadamente um taco de basebal dos parrudos... Algum luthier interessa?? Talvez troca por violao ?
  5. e o som? pegada etc? pessoal aqui nao faz review nem por decreto marcial plutoniano
  6. tem q fazer manutencao nas tarraxas?? eheheh oq ue precisa ser feito? de qto em qto tempo?
  7. achei as mais opcoes mas nao onde anexar... de qqr forma, vou postar meu link do facebook se alguem quiser ver... https://www.facebook.com/ricciardiconsultoria/media_set?set=a.779747215385245.1073741826.100000499216718&type=3
  8. retornando ao topico, percebi que o acabamento em oleo é bem desconhecido de muita gente, entao resolvi fazer uma amostra pro pessoal, peguei umas facas aqui cabo de madeira que estavam precisando de um trato e fiz uma demao de oleo de peroba. Legal para quem acha que madeira escura é madeira boa, um simples oleo de supermercado pode mudar drasticamente o visual e enganar alguns especialistas eheheh Nessa primeira foto, estao as facas nuas, exceto um garfo visivelmente mais escuro *tramontina, esse eu fiz ha uns dois dias atras, tem duas demaos de oleo de peroba, serve de comparacao pra voces terem uma media melhor (o garfao nao estava ruim,pelo contrario mas resolvi dar uma tapa nele) Depois a segunda foto, tem os mesmos utensilios, com uma UNICA demao de oleo. Por fim, tem as mesmas coisas, mas com a adicao de um canivete que estava bem seco tb, foi feita duas demaos nesse canivete, ficou secando lentamente ao ar livre e por fim, lavado com agua e sabao, notem como fica o acabamento final. Lembrando que se vc vai fazer num instrumento, use pouquissimo oleo, retire o excesso rapidamente (nas facas a ideia eh nutrir ao maximo entao deixei o excesso) com papel higienico e lustre bem com um pano seco. Pra fazer td isso e mais umas 4 facas, nao gastei 1 ou 2 ml, basta pingar uma gotinha no pano e esfregar rapidamente, o oleo rende muito. ESCREVI TODO O TOPICO E SÓ AGORA PERCEBI QUE NAO DA PRA UPAR FOTOS DIRETO DO MEU HD, SE ALGUEM PUDER HOSPEDAR PRA MIM, ENVIO AS FOTOS POR E-MAIL... DESCULPEM
  9. desculpe a ignorancia o que seriam esses protetores em pelicula? tem fotos de td? posta ai.. faz teu mkt!
  10. procurei e nao achei quase nada sobre o concurso, poderia falar mais sobre ele e tb sobre teu trabalho. parabens
  11. se incomodaria de fazer um review? te add no skype hricciardi[ARROBA]hotmail.com adoraria poder conversar contigo sobre o violao, grande abraco
  12. funciona assim, se vc nao tiver achado esse acabamento fodastico o suficiente, pode criar algumas alternativas: PU ou verniz: irá deixa-la brilhando, realça de leve os veios. Goma Laca: idem acima mas de forma bem mais natural Tingir: dependendo da tinta, vai realçar e muito os veios ou a própria madeira, depende do que pretendes e a cor. Fosco ou acetinado (verniz): vai deixar mais ou menos igual só que com um toque aveludado e mais acentuado o fosco. Oleo: vai deixar brilhando mas de forma natural, mais ou menos como a goma laca vai depender da quantidade de oleo, dependendo do oleo pode escurecer um pouco a madeira ou realcar os veios ou os dois juntos ou avermelhar, enfim... depende do oleo usado mas vai ficar um acabamento natural (sem pelicula) que brilha tambem como uma goma laca, mas vai precisar de usar mais vezes pra continuar a ter o efeito desejado, ou entao, pode ir deixando secar pra ter sempre um acabamento diferente. Particularmente nesse tampo ai, eu faria uma especie de faixa ou em formato de um rio no meio ou uma gota ou sei la o que, pegando só o centro da guitarra tipo um S gigante que comeca fino e no meio fica gordo acaba fino de novo coberto de oleo, iria dar um destaque na madeira lindo ao mesmo tempo mantendo o acabamento primoroso proposto, se um dia cansar, é só deixar o oleo secando que iguala tudo...ou talvez fazer justamente o inverno , iria ficar lindo.
  13. ipi nunca vi cobrado... esquema é pedir pra vir via correios nao sao os courriers privados, pois esses incidem impostos SEMPRE, alem de muitas vezes cobrarem mais imposto do que o devido. Mas via correios normal demora mais e tem um indice maior de extravios...
  14. teoricamente voce teria que pagar o imposto de 60% + o ICMS (cada estado tem o seu) sobre o valor do produto + frete. Na prática, eles cobram como bem entendem, na maioria dos casos, sobre o valor total (frete incluso) de 60%. Lembrando que se na nota constar o valor do valor sem um possivel desconto, sera esse valor cobrado, por exemplo 60 dolares do produtos -6 dolares de desconto deveriam cobrar sobre 54 mas cobram sobre 60 dolares. Produtos europeus normalmente cobram menos imposto, em média 40% e ainda tem maiores chances de nao serem pegos na alfandega. Mas nao conte com isso. Nunca. Se o produto for de producao em massa, certamente sera tributado pelo valor médio do mercado (ou no maior valor encontrado no mercado), usam como referencia a net mesmo. E nao pelo valor de NF.
  15. PS: o oleo de peroba é bem limpido se comparado com esse tru oil, entao espere um acabamento mais natural, sem tanta "cor" avermelhada, nao é pior ou melhor, apenas diferente UM POUCO (nao muito!!!!!) Apesar que usei muito pouco o tru oil...
  16. Helio, nao convem utilizar nada sobre a goma laca, nao pq alteraria alguma coisa, mas sim pq ela é absurdamente delicada, provavelmente o oleo iria retirar ou manchar ou abrir falhas no acabamento. Nos outros acabamentos e PRINCIPALMENTE onde nao tem acabamento (escala e alguns cavaletes) é importante hidratar. O Oleo , tru oil em questao, ou oleo de peroba, ou poliflor ou qqr coisa que possa ser usado sempre é bem vindo, mas na goma laca é complicado, dependendo da idade dela ou da quantidade passada, voce pode prejudicar e muito. Quando o topico foi criado, e mostrado o video, claramente mostra um violao sem NENHUMA aplicacao, seja goma laca, verniz , pu, ky o que for. ou seja, o video mostra um braco liso, lixado (ou na tentativa de lixamento) e o acabamento sendo feito dessa forma. Sobre o timbre e sonoridade: se usado corretamente, ou seja, embebido num paninho, retirado o excesso , passe 2x ou 3x e retire sempre o excesso, nao irá causar mal algum. Se vc usar umas 10x o processo, ao inves de embeber o paninho, encharcar, jogar oleo diretamente no tampo, etc, etc, etc, certamente vai correr um enorme risco de estragar tudo, pois o óleo realmente é absorvido com certa rapidez. Se o óleo penetrar muito, vai encharcar a madeira ao longo do tempo e vai alterar tudo... Faca o teste antes num movel de casa, use a porta da casa, do banheiro (é legal pra sentir como as madeiras de lugares distintos com secagens diferentes se comportam), use uma mesa de centro, uma cadeira. Qdo vc tiver mais confiante, vá para o braco do violao, escala e por ultimo tampo e fundo. Usar o oleo de peroba nao precisa ser nenhum einstein, mas é bom tambem nao ser retardado como o Debbie e Loide... O oleo rende muito, absurdamente, um frasquinho de oleo de peroba vc vai cuidar da tua casa inteira, e dos teus instrumentos por uns 4 anos ou mais hehehe Ele meleca bastante, entao é bom treinar pra nao se sujar inteiro (se pegar na roupa e nao for limpo rapidamente, mancha pq é igual a todos os outros óleos...), se nao souber tirar direito vai ficar gordurento (tem gente que gosta, eu tenho nojo, por isso uso papel higiênico pra retirar o excesso, absorve bastante o óleo)
  17. Marcos, nao sei, pode-se usar muitas coisas, inclusive nada, provavelmente um violino de 1700 é tao bem tratado, longe da luz, de intempéries, cheio dos mimimis que nem devem sofrer tantas torcoes .. alem de serem menores, logo a madeira se dilata bem menos. Mas certamente sao tratados com algum produto especial, oleo ou hidratante especifico etc, Senao iriam rachar., Toda madeira racha se for descuidada e extremamente seca. Umas mais outras menos. Nao sou especialista na area ehehee to longe disso.
  18. ah esqueci, verniz a base de agua sempre é preferivel por diversas questoes, seca mais rapido, mais sustentavel, acabamento melhor, dura mais tempo brilhando que o base de oleo. porem é mais duro ou seja, pior pra trabalhar, eliminar riscos, polir e pode causar trincas ou fissuras no acabamento com o passar dos anos se nao for aplicado com esmero e bem tratado. mais ou menos como nos carros (q eh quase o mesmo verniz), os carros antigos o verniz era base oleo, muitas vezes vc ve um carro antigo com pintura feia, verniz descascado etc, mesmo sendo bem cuidado, mas pra polir esses carros e puxar a cor é bem facil, pois o verniz eh mole, basta uma politriz e uma massa de polir vagabunda. Ja nos carros atuais, a pintura dura muito mais, mesmo mal tratada, só que acertar a pintura, polir etc, demora muito mais, precisa de uma excelente politriz e polishes de ultima geracao, senao vai lascar tudo.
  19. TUdo que é excesso é ruim, e também quando falta é igualmente pior. Porém bem usado pode ser uma idéia interessante. Tru-oil é usado em armas, para manter o acabamento que chamamos de oxidação que evita justamente a oxidação por suor ou agua ou seja, evita a ferrugem, grande problema das armas mas usa-se principalmente nas madeiras das armas. Essas devem estar secas, pois o peso delas prejudica o tiro e o controle da arma, porém uma madeira extremamente seca racha ou estoura com um unico tiro. Logo mante-la hidratada é importante. Manter os instrumentos hidratados também é muito importante, em especial as escalas que sofrem muita pancada e torçoes. Ja nos acusticos, manter as madeiras secas porem hidratadas eleva sua vida útil. Porem hidratar em excesso é ruim, muito ruim, em qqr item de madeira pois incha a mesma, eleva o peso (já vi mais que dobrar, também usado para mascarar moveis com madeiras ruins fazendo se passar por moveis de madeira de lei, pelo peso e aparencia final) e torna a madeira novamente VERDE (no jargao dos instumentistas). Como se deve hidratar? Particularmente prefiro centenas de vezes usar oleo de peroba que os hidratantes comerciais (poliflor e semelhantes), basta fazer como no video, um pouco num pano, passe, deixe alguns segundos, passe um pano seco ou papel higienico tirando o excesso e dando o polimento final. Duas ou tres demãos, são suficientes para deixar a madeira tratada por meses ou quase 1 ano, dependendo de onde ficar. Nao deixe a madeira enxarcar ou ter excesso, jamais. Com o tempo, voce notara que a madeira irá clarear, fosquear ou visualmente secar, é sinal de que o oleo foi totalmente expulso, carecendo de nova aplicacao. Onde há o verniz PU grosso, pouco havera de melhora, alem do toque e visual, pois o mesmo é grosso, quanto mais fino ou poroso o acabamento, mais o oleo permeia. Vantagens de usar o oleo de peroba: rapido, barato, da um visual magnifico, nao precisa de um curso pra fazer isso, hidrata a madeira, conserva e deixa tudo liso como um sabao ehehe otimo pra nao grudar sujeira ,marcas de dedo, suor, etc... Esconde diversos riscos e batidinhas, pq iguala as cores. Desvantagens: nao é perene, em excesso prejudicaria o instrumento, pode manchar ou alterar a cor (em madeiras mais claras tende a escurecer um pouco, e em madeiras mais escurar tende a deixa-la mais escura, isso ressalta os detalhes e veios das madeiras, fica lindo particularmente falando, mas nem sempre é o desejo do dono, mas nao é qqr madeira que isso ocorre, nem mesmo em madeiras da mesma especime, tive uma escrivaninha de cerejeira que nao aconteceu nada, ja com uma bancada ficou bem escura, eu ate gostei, inclusive refiz o tratamento alguns meses depois pq estava bem seca e clareou muito). Nao sei qual a formula do tru oil, mas deve ser muito parecida com do oleo de peroba. Nao me admira que muitos luthiers só usem isso como acabamento é fantástico. Particularmente, acho o PU mais prático para a grande maioria, mas certamente, depois de algumas decadas o PU vai deixar a madeira muito seca e o proprio PU vai rachando e criando fissuras, a goma lama nao tem esse problema mas em super delicada, certamente em alguns anos ou decadas nem vai mais existir, obrigando o dono a hidratar sempre o instrumento. No fim das contas, vai ter que hidratar de alguma forma, se nao tiver nada soh o oleo ali, fica mais facil manter tudo bonito e novo... Mas nao é muito prático pra qm nao liga ou nao tem cuidado. Eu adoro instrumento fosco ou acetinado, acho muito bonito, estaria no topo das minhas vontades, depois o oleo, depois o PU e por fim a goma laca.
  20. dilson: nao, nem vi pessoalmente, e mesmo que tivesse nao estaria gabaritado para tal. quem o conhece muito bem o MMI (facebook mauricio MI, meu facebook: henrique ricciardi ), O MMI é uma referencia musical da mais alta qualidade no forum cifra club, reconhecido por musicos no brasil inteiro, inclusive o duofel.. colecionador de gibson, tem entre sua colecao, tb exemplares fender, PRS , benedetto, tom murphy entre outros. O cara qdo abre a boca, tem-se que assumir: entende e muito da coisa. Procure-o e veja por si só. Se o tal Tom Ribbecke (um dos maiores luthiers do mundo!) nao te convenceu, quem sabe o MMI te convença. Ele pelo menos podera discutir em alto nivel sobre construcao, metodos, leques, sei la o que envolver, Infelizmente eu só posso indicar...
  21. TEM CLARO! o joao cassias, procure no facebook, inclusive ele foi por anos e anos o melhor auxiliar do benedetto. as coisas dele sao fantasticamente perfeitas, nao a toa, ele RECEBIA para trabalhar pro benedetto, eqto os melhores luthiers do mundo PAGAM para estar UM DIA ao lado do cara fabulas de dinheiro. https://www.facebook.com/joao.cassias?fref=ts esse eh o fb dele... tem um luthier tb dos melhores do mundo que prestou homenagem ao joao dias atras... se rasgou de elogios... detalhe ele nao esta cobrando MUITO caro nao... digamos que ate acessivel , principalmente, pelo nivel de trabalho executado
  22. senhores, qro lhes dizer que respeito muito cada visao dada, de verdade. Mas nem por isso preciso concordar... Vejamos... Na otica de laminado<mix<solido Poderiamos entao dizer que um giannini (que nao existe mais.. mas vamos supor que ainda existam) maciço é melhor que um ts5 (mix de laminado - se bem que nao é bem laminado- e solido) e ainda melhor que um takamine laminado sabemos que nennum giannini vai chegar a tal ponto, longe disso... Ou entao cometeríamos o crime inafiançavel de dizer que a linha FG da yamaha (red label ou nippon gakki) é inferior a qqr um acima ou varios takamine, martin, taylor, e muitos luthiers e sabemos que é muito melhor em todos os sentidos. (isso só falando em violao de aço que é mais fácil de ter uma base). Indo pro mundo do nylon.. Com essa mesma base de laminado<mix<solido .. seria o mesmo que dizer que em termos de construcao, qualidade, etc, um rozini esta no mesmo nivel que um ts5. assim como um sarcástico giannini tb seria a mesma coisa. enfim, violao nao é somente timbre, ainda que isso seja sua maior funcao, tem afinacao, construcao, volume, qualidade, durabilidade, timbre etc... enfim... tirando o timbre que muito sujestivo, todo o resto é bastante qualificavel.
  23. perfeito! pra mim seria musica popular, baladinha, sertanejo, raiz, modao, etc...
  24. Senhores eu concordo com todos sobre sempre haver disparidades pessoais, e isso é OTIMO!, Claro! Mas é inevitável tentar chegar a pelo menos uma ideia prática, vou dar um exemplo em guitarras pra nao ser injusto com algum luthier colega do forum ok? Mas poderia ser bateria, gaita, violao, sax sei la o que mais... Gibson temos como o amigo de cima falou diversos tipos e para diversos sons. Mas sabemos facilmente por exemplo , que por menos trabalhado que seja o ouvido das pessoas, que uma Giannini é inferior a qqr gibson, seja pelo hardware, material, construcao ou simplesmente td junto. Assim podemos classificar por exemplo sem medo algum de errar ou pelo menos seria um consenso geral: Na linha Humbuckers e Les Paul: Giannini ae08 < epiphone special< epiphone std< VINTAGE V100< Walczak Classic< Gibson Studio< Gibson sts< Gibson custom<gibson tom murphy < luthier dunamiz< luthier cassias< gibson 1959 claro que haverao pessoas que nao irao concordar com uma ou outra, ou irao requisitar que incluam ibanez, yamahas, etc... eu mesmo, acho a yamaha SG2000 superior a qqr gibson ... e acho que sou um dos poucos que acham isso... Haverao aqueles que irao classificar ainda na parte de humbuckers uma outra classificacao, tipo as semi acusticas ou acusticas: epi dot< epi casino< epi sheraton< ibanez art< gibson es< gibson lucille Isso é meio que um senso comum, dificil por exemplo vai ser alguem classificar: gibson tom mrurphy < giannini< tonante< walczak < epiphone< lucile< strato< fender MIM< sempre ha uma ideia basica, seja pelo som, pelo acabamento, outras coisas ou tudo junto... Por exemplo, eu gosto de comparar preco, timbre, acabamento e construcao... Dentro dessa otica, fica injusto comparar um ts3 de 1.400 reais com um suguyama de 14.000, serao absolutamente diferentes. MAs eu posso comparar um ts3 com ts5 por exemplo, pois estao proximos... um keller com um dom pole... um suguyama com um benedetto... sao coisas proximas.. se ao menos comecassemos um ranking por algum tipo de padrao, ja iria ajudar muito! com o tempo iremos entender mais e tirar conclusoes melhores... violao nao eh nenhuma arte perdida elaborada pelos incas venuzianos amigos! violao basicamente é construcao, acabamento, som, projecao, nitidez e pegada. Ou seja, tudo comeca na construcao, e depois vai se tendo o resto...
×
×
  • Create New...