Jump to content

Ivan Paschoito

Members
  • Content Count

    48
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Ivan Paschoito

  1. Hi, guys! Only a small correction: "Serenata do adeus" was written, lyrics and music, by Vinicius de Moraes. Baden, among many others, just recorded it. Thanks.
  2. Isso mesmo, Eugenio, transcrição da primeira gravação com umas poucas alterações sugeridas pelo próprio Paulinho nos anos 1990.
  3. Olá a todos Finalmente, e pela primeira vez por aqui, estão disponíveis as partituras dessas duas peças, com transcrições fieis das gravações originais de Paulinho Nogueira. Por enquanto, estão à venda apenas na Casa Amadeus, aqui em São Paulo. (vendas arroba casaamadeus,com.br) Grato. IP
  4. Boas novas Julia Nogueira já autorizou a edição de "Odeon" e "Ária na quarta corda". Como o Paulinho já gravou essas duas peças diversas vezes e de maneiras variadas, vou partir das gravações originais, da década de 1960. Este ano, ainda.
  5. Eu fui outro que aprendeu muito com esse método do Paulinho e fiquei muito feliz com a oportunidade que tive para ajudar na sua reedição. Foi importante para atualizarmos o texto - duas reformas ortográficas aconteceram depois dele - e corrigir pequenos deslizes. Fui amigo de Paulinho nos seus últimos 13 anos de vida e agora o trabalho com o método serviu também para me aproximar dos filhos dele, Artur, Bia e Julia, principalmente. Estou vendo com a Julia a possibilidade de publicar pelo menos uns dois arranjos do Paulinho.
  6. Também gostei da entrevista, mandou bem. Parabéns ao Kelvin.
  7. A ideia é oferecer uma opção. Eu, pessoalmente, prefiro o papel (sou meio antigo, já...), mas sei que hoje muitos já preferem ler na tela ou num tablet. Vamos ver o que acontece. Por enquanto, só posso oferecer o que é domínio público, não tenho os direitos necessários para as obras protegidas. Grato a todos.
  8. Olá, pessoal A edição da partitura para violão de Fascinação, a célebre valsa de Marchetti, marca a estreia da Legato, o meu novo selo editorial, que vai assumir o catálogo da Menos Papel e dar continuidade ao trabalho de publicar partituras para violão sob demanda e com qualidade. E para começar diferente, antes de ser oferecida à venda em papel, Fascinação está disponível para download pela Amazon, para o formato Kindle. Além dela, o Hino Nacional Brasileiro, Beautiful child of song (Foster), Hei de amar-te até morrer (anônimo) e Irene (Foster) também estão disponíveis. Fascinação, tanto quanto eu saiba, aparece completa pela primeira vez em arranjo para violão, com as suas três partes originais. Para quem quiser conferir é só pesquisar "paschoito" na busca da Amazon. Grato a todos. IP
  9. Que tal este? "Estudio para la mano izquierda", de J. Sagreras, com o Tirao:
  10. O Eugenio fez a gentileza de disponibilizar o catálogo novo no tópico "Ivan Paschoito - arranjos e transcrições". Grato.
  11. Dó maior. Sérgio Assad publicou um álbum pela Doberman-Yppan chamado "The Music of Ernesto Nazareth - 16 pieces", que contém essa peça arranjada para violão solo e no tom original. O volume pode ser comprado em edição impressa ou digital: http://www.productionsdoz.com/fr/the-music-of-ernesto-nazareth
  12. Tenho em meu arquivo um manuscrito dessa peça em arranjo de Sebastião Gallante, violonista da velha guarda aqui de São Paulo, creio que já falecido. Está em lá maior - o do Dilermando está em ré - e bem mais "cheio". Está na fila para ser publicado.
  13. Puxa, CarlosEdu, agradeço muito as suas palavras. Não sei se é tudo isso, mas sei que em cada edição, em cada arranjo, sempre procurei fazer o melhor. A ideia é registrar e contribuir com o nosso instrumento, principalmente agora, com a minha editora. Abraço.
  14. Caso a informação ainda interesse, o único arranjo dessa peça para violão solo publicado no Brasil é o de Dilermando Reis. Com sorte, talvez se ache ainda a partitura avulsa. Se não, com certeza se encontra o volume "Dilermando Reis a partir de seus manuscritos", que inclui essa peça e outras nove. Tanto a partitura avulsa quanto o volume são publicados pela Irmãos Vitale. A pauta para piano, hoje é fácil conseguir, graças ao fantástico trabalho do jovem músico e pesquisador Alexandre Dias: www.ernestonazareth.com.br Ivan
  15. Sobre o "Choro para bordões", do Paulinho, ele gravou no LP/CD Tons e semitons, que acho que ainda está por aí. Eu escrevi a versão que foi publicada pela GSP e na ocasião o Paulinho me contou que tentou, nessa peça, reproduzir o som ou o clima do som do violoncelo, instrumento de que ele mais gostava, depois do violão.
  16. Olá a todos! Em primeiro lugar, agradeço ao Eugenio pelas palavras gentis. Aqui em São Paulo, a Casa Amadeus vende os CDs do Sílvio. Contato: vendas[ARROBA]casaamadeus.com.br (Eles ainda não têm saite). E aproveito para comunicar que os arranjos de "Por una cabeza" e "Hino ao músico", exatamente como o Sílvio os gravou, foram publicados pela minha pequena editora, chamada menosPapel. Não é propriamente um negócio, mas uma forma de divulgar e preservar algumas coisas do violão brasileiro. As tiragens são sempre pequenas e sob demanda. As partituras são distribuídas pela Ricordi e estão à venda pelo menos nas grandes lojas aqui do Brasil, como a Amadeus, a Freenote e a Musimed. Também não tenho um saite, mas o catálogo pode ser baixado aqui: https://dl.dropboxusercontent.com/u/21821040/mP%20Catalogo_out14.pdf Também na minha página do FaceBook estão disponíveis todas as capas, com alguns comentários adicionais sobre a edição. Já fizemos 46 títulos, alguns lançados pela primeira vez no mercado brasileiro. Foi também o Sílvio que preparou os arranjos de "Desafinado", "Chega de saudade", "Caminho das estrelas" e "Matuto", todos belíssimos, com a "marca" Santisteban... Foi a primeira vez que o Sílvio concordou em escrever seus arranjos para publicar e fiquei muito feliz por ter tido uma participação nisso. Os próximos serão, provavelmente, "Moonlight serenade", arranjo meu e "Meu sofrer" De Noel Rosa e Henrique Brito, em arranjo do Edmar Fenício. Na fila ainda estão mais oito originais de Dilermando Reis (já publicamos doze) e alguns arranjos. Obrigado. Ivan
  17. Mafuá e Maxixe, de Armando Neves, à venda na Casa Amadeus, São Paulo. (11) 3101-6790 - vendas[ARROBA]casaamadeus.com.br
  18. Em janeiro próximo Mafuá e Maxixe estarão disponíveis. Oo Maxixe nunca foi publicado no Brasil, será a primeira vez. Ivan
  19. Marcos O maxixe só tem uma gravação, que eu saiba, que é a do Rago. O Mafuá tem algumas, com razoáveis diferenças entre elas. Portanto não há muitas fontes disponíveis. Tenho manuscritos supostamente fiéis ao que Armandinho tocava, que serão a base do trabalho. Não trazem o nome de quem os escreveu. Talvez Geraldo, ou Barreiros, ou Vital, mas sem certeza. Quem me passou os manuscritos foi o falecido Nelson Cruz, amigo íntimo de Armandinho.
  20. Sim, vou fazer algo no ano que vem, mas serão apenas os dois maxixes, Sua majestade o maxixe e Mafuá. Quanto às edições, elas eram boas, mas praticamente todas desapareceram do mercado. Eram publicadas principalmente pela Fermata, Ricordi e Bandeirante, em versões de Geraldo Ribeiro, Paulo Barreiros e Aymoré. Alguma coisa ainda se encontra por aí. Ivan
  21. Olá, Eugenio Só um pequeno comentário: a edição é da Eschig, junto com Durand e Salabert. Além dos doze estudos, o Zigante também preparou, pela mesma editora, a nova edição dos prelúdios e da suite popular brasileira, que agora inclui a até então inédita 'valse-choro'. IP
  22. Vinicius Que eu me lembre, só o do Dilermando Reis, publicado pela Irmãos Vitale. É muito antigo, mas, como foi reimpresso diversas vezes, é bem provável que você encontre na própria Vitale, na Casa Amadeus ou na Musimed. Abraço. IP
  23. Moises Esse arranjo foi mesmo publicado na extinta ViolãoPro. Não consegui encontrar o número da edição, mas é um exemplar de 2008 com o David Russell na capa. Também sou fã do Ulisses e desse arranjo do Ponteio, mas acho que não devemos esquecer o primeiro violonista a fazer um arranjo dessa peça para o nosso instrumento: Sílvio Santisteban. A gravação pode ser ouvida num dos programas do Zanon: http://vcfz.blogspot.com.br/2007/05/73-o-violo-em-so-paulo-ii.html Esse arranjo do Sílvio, que tinha uns 18 anos na época, foi feito imediatamente após o Edu Lobo ganhar o festival de MPB de 1967. Foi incrível, os violonistas ficaram maravilhados! Até hoje não foi escrito nem publicado e é pouco provável que seja, mas está preservado em disco. O Sílvio continua na ativa e fazendo belos e originais arranjos. Estou acertando com ele para publicarmos a partitura da sua versão de "Por una cabeza", de Gardel e Lepera, tema do filme "Perfume de mulher". Saudações a todos. IP
  24. Olá, Eugenio Obrigado pela dica. Só um detalhe: a música Matilde não é de Nazareth, mas de Armando Neves. Foi publicada e gravada também pelo Geraldo Ribeiro. Sei que o erro é do saite, mas acho que vale a observação. Aliás, na edição, aparece grafada como Mathilde e é dedicada a Oscar Magalhães Guerra. Como complemento, a obra completa de Nazareth pode ser consultada aqui: http://www.ernestonazareth150anos.com.br/works Abraço a todos. IP
×
×
  • Create New...