Jump to content
Sign in to follow this  
Eugenio

Danza Brasilera - Jorge Morel

Recommended Posts

Será que quando nós tocamos música européia sem conhecer o estilo não acontece o mesmo? A música está além das notas e ritmo por isso é tão difícil extrair música da partitura...

Quando a gente não conhece o estilo com certeza acontecem muitos problemas. Mas há muitos tipos de música que funcionam bem no papel, ou seja, a partitura dá uma base razoável pro músico tocar. Esses estilos que se desenvolveram sem necessitar de escrita não funcionam se forem abordados do jeito que a mulher do vídeo tocou.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas a música acontece antes da escrita, imagino que para os grandes compositores do passado tenha sido assim. É como um sinal de ondas eletromagnéticas...

A qualidade do decodificardor (intérprete) que vai mudar a fidelidade da imagem (ou som!) hehe

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas a música acontece antes da escrita, imagino que para os grandes compositores do passado tenha sido assim. É como um sinal de ondas eletromagnéticas...

A qualidade do decodificardor (intérprete) que vai mudar a fidelidade da imagem (ou som!) hehe

Com certeza acontece antes da escrita, na cabeça do compositor, mas a escrita pode acontecer antes do instrumento, e Beethoven talvez seja o exemplo mais exagerado disso, e essa é uma das várias razões pelas quais a escrita na música clássica tende a ser detalhada. Em música popular, a cabeça do compositor e o instrumento estão ali funcionando em conjunto, e a escrita, se acontecer, fica bem lá pro final. Marco Pereira escreve bem, mas raramente o que está na partitura é o jeito que ele realmente toca.

Na boa, se ela tivesse seguido a partitura exatamente como está escrita, sem acrescentar rubatos e rallentandos, já ficaria bem melhor.

Pela quantidade de maluquice que ela colocou na música parece até que nem ouviu a gravação do Marco e talvez o Finale tocaria melhor...

Share this post


Link to post
Share on other sites

"Em música popular, a cabeça do compositor e o instrumento estão ali funcionando em conjunto, e a escrita, se acontecer, fica bem lá pro final."

Concordo! Mas acrescentando, por conta disso os músico populares não são tão precisos na escrita, por isso é tão difícil tocar sem ouvir uma gravação de referência.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que aflição, no começo a moça tocando parece um disco que está enroscando e vai andando aos solavancos. Fica até "um pouco" difícil de conseguir ouvir até o final... eu não consegui.

Se comparar com isso aqui fica ainda mais dífícil, hehehe:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa música é pedreira, acho que só funciona bem com o próprio Marco. Até mesmo com a Badi Assad, que era bastante fluente nesse estilo mais sambado, a música ficou meio engasgada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu gostei da atenção que ele parece estar prestando no aspecto ritmico e está soando bem, mas eu sinto falta de mais fluência, mais naturalidade, mais pegada, mais "groove". Mas o esforço dele está melhor do que a média do que a gente viu até agora. :yes:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...