Jump to content
Sign in to follow this  
fabiano borges

12 Estudos Nazarethianos para Violão

Recommended Posts

Parabéns!

Vai ser legal ouvir no piano!

Caros amigos,

Reativo este post para uma boa notícia.

O pianista Alexandre Dias tocará o Estudo Nazarethiano n.5 para violão (dedicado ao Alexandre Gismonti) no Rio de Janeiro no dia 19 de março.

Para quem não conhece, Alexandre Dias é um grande pianista que possui uma excelente técnica clássica. Além disso, Alexandre se dedica ao resgate de obras de vários compositores brasileiros. A propósito, seu trabalho voltado para a obra do compositor Ernesto Nazareth é admirável. Vários compositores escreveram sob encomenda para o Alexandre, homenageando o grande Nazareth nos últimos anos.

É uma honra estar no programa de recital que ele fará este mês no Rio de Janeiro. Fica o convite para os amigos cariocas.

Transcrevo a seguir a mensagem do Alexandre:

Abraços,

No dia 19 deste mês, sábado, às 20h, vou tocar um recital com repertório muito especial no Instituto Moreira Salles - RJ. Será o evento Ernesto Nazareth 150 + 3: Contemporâneo, em que tocarei 10 peças que encomendei a 10 compositores contemporâneos, todas dedicadas ao Nazareth. Segue o release do evento. Estão convidados!

O Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro apresenta recital dedicado a Ernesto Nazareth, pai do choro e do piano brasileiro, no dia 19 de março, às 20h. Alexandre Dias tocará músicas inéditas de dez grandes compositores contemporâneos dedicadas a Nazareth, produzidas nos últimos três anos.

O recital Ernesto Nazareth 150 +3: contemporâneo, com o pianista Alexandre Dias, acontecerá, no auditório do IMS-RJ. Ernesto Nazareth (1863-1934) foi um dos compositores mais importantes do Brasil, considerado um dos pais do choro e do piano brasileiro. Sua obra influenciou diversas gerações de músicos, e vem ganhando forte reconhecimento, especialmente depois que seus manuscritos foram nomeados Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Unesco, na categoria Memória do Mundo, em 2014.

A série anual Ernesto Nazareth 150+, produzida pelo Instituto Moreira Salles, que agora está na quinta edição, já se tornou tradicional no cenário musical do Rio de Janeiro, homenageando o compositor carioca com concertos e shows. Esta edição trará um repertório diferente. Em vez dos tradicionais tangos brasileiros, polcas e valsas (como “Odeon”, “Apanhei-te cavaquinho” e “Brejeiro”), Dias irá tocar músicas inéditas que encomendou a dez grandes compositores contemporâneos, realizadas nos últimos três anos, todas dedicadas a Nazareth. A idéia é apresentar novos olhares sobre um compositor brasileiro que nasceu há mais de 150 anos, evidenciando elos profundos na música brasileira que atravessam os tempos.

Os dez compositores são amplamente reconhecidos no cenário brasileiro (sendo um deles americano), e cada um trouxe sua visão sobre Nazareth, de uma maneira muito particular, misturando seu próprio estilo ao do antigo mestre. O leque de estilos musicais é extremamente amplo, indo desde gêneros tradicionais como o choro, composto por Villani-Côrtes, até a música experimental de Jorge Antunes, que utiliza pregadores em cordas do piano. O fluxo de pensamentos de Nazareth será explorado por Ricardo Tacuchian, que simula uma visita post-mortem do compositor à antiga sala de espera do Cinema Odeon, repleta de lembranças; e por Tim Rescala, que utiliza o humor para simular os devaneios de um entediado Nazareth ao piano. As músicas de Edino Krieger e do americano David Thomas Roberts ressaltarão o lado poético de Nazareth, com grande lirismo; Ronaldo Miranda criou uma série de variações sobre um dos choros de Nazareth; Marlos Nobre criou uma segunda Nazarethiana (após 50 anos da composição da primeira); e, para finalizar, teremos um estudo de Fabiano Borges escrito originalmente para violão, aqui transcrito para piano, e um genial passeio de André Mehmari sobre o universo nazarethiano.

Neste mesmo dia, acontece também o lançamento do terceiro e último volume de composições de Nazareth no formato melodia & cifra, com 60 músicas para download gratuito. O site Ernesto Nazareth 150 anos (www.ernestonazareth150anos.com.br) disponibiliza, desde 2012, todas as suas mais de 200 partituras, tanto na versão original para piano solo, como em adaptações para melodia e cifra, sua discografia completa para se ouvir online – são mais de três mil registros fonográficos minuciosamente catalogados –, diversas fotos raras, biografia, linha do tempo e textos com pesquisas inédita.

Programa do recital
Marlos Nobre - Nazarethiana n. 2
Jorge Antunes - Tanguinho do Alexandre
Edino Krieger - Passacalha para Nazareth
Edmundo Villani Cortes - Choro dengoso
Ricardo Tacuchian - Ernesto Nazareth no Cinema Odeon
David Thomas Roberts - Remembrance
Ronaldo Miranda - Aeroflux (revisitando Nazareth)
Tim Rescala - Os devaneios de um entediado Ernesto Nazareth ao tocar num despovoado Cinema Odeon
Fabiano Borges - Estudo nazarethiano n.5 (transcrição de Alexandre Dias para piano solo)
André Mehmari - Passeando com Nazareth

Ernesto Nazareth 150 + 3: contemporâneo
Recital do pianista Alexandre Dias
19 de março | sábado | 20h
Ingresso: R$30 e R$15 (meia)

http://www.ims.com.br/ims/visite/programacao/recital-ernesto-nazareth-2016-contemporaneo

Deixo aqui o vídeo do Estudo Nazarethiano n.3 (dedicado a Marcos Pablo Dalmacio):

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Alexandre Dias disponibilizou um vídeo do Estudo Nazarethiano n.5 no Facebook!

Vejam uma matéria no O Globo:

http://oglobo.globo.com/cultura/musica/dez-compositores-contemporaneos-celebram-obra-de-ernesto-nazareth-18900892

Selecionei um trecho para vocês:

"Neste sábado, às 20h, o pianista Alexandre Dias, pesquisador da obra do autor de “Odeon” e “Apanhei-te cavaquinho”, faz um recital com peças encomendadas a dez compositores de várias gerações — linhagem que vai de Edino Krieger, 87 anos, a Fabiano Borges, 32".

Quanta honra!

Edited by fabiano borges

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa tarde,

Ressuscito o tópico para divulgar o vídeo do Estudo Nazarethiano n.5 (a Alexandre Gismonti) em uma transcrição para piano do Alexandre Dias:

Este vídeo foi feito no recital que o Alexandre realizou na Thomas Jefferson em Brasilia. Ele havia tocado o mesmo programa no IMS e, neste fim de semana, ele tocou novamente em Campinas com a presença do Ronaldo Miranda, um dos compositores do projeto:

http://www.campinas.com.br/cultura/2016/05/pianista-alexandre-dias-faz-concerto-em-homenagem-a-ernesto-nazareth-no-instituto-cpfl

A última encomenda do Alexandre Dias ficou pronta recentemente. Trata-se da Nazarethiana n.2 (Marlos Nobre), cuja estética lembra bastante Ginastera. Lembrando que a Nazarethiana n.1 é de 1959.

Abraços,

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fabiano, foi voce que escreveu a transcricao? Ficou um espetaculo no piano. :thumbsup:

Interpretacao magistral do Alexandre, nao sei como ele acha tempo pra pesquisar e tocar num nivel tao alto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×