Jump to content
Sign in to follow this  
Eugenio

Resenha de CD - Silvio Santisteban - Um Violão no Cinema

Recommended Posts

Antes de falar qualquer coisa sobre o disco, gostaria de agradecer efusivamente e em público pela imensa generosidade do Ivan Paschoito em ter viabilizado que dois discos do Silvio Santisteban chegassem até as minhas mãos (Um Violão no Cinema e Silvio Santisteba Interpreta Milton D'Agostino). Acabou sendo uma epopéia que levou quase um ano com erros e acertos dos correios, mas no final das contas deu tudo certo e a música do Silvio e o gesto do Ivan acabaram me ajudando a sair do "coma musical" ao qual me referi em tom de brincadeira várias vezes nos últimos dias aqui no fórum.

Santisteban-Cinema.jpg

Conforme o título do disco sugere, o Silvio fez arranjos de violão para temas de músicas de filmes e o resultado é primoroso. O repertório segue abaixo:

01 - The Pink Panther
02 - Somewhere in Time
03 - As Time Goes By
04 - The Incredible Hulk
05 - Por Una Cabeza
06 - Loss of Love
07 - The Entertainer
08 - A Time For Us
09 - Prelúdio
10 - My Heart Will Go On
11 - Raindrops Keep Falling On My Head
12 - Summer of 42
13 - Ieruschalaim Schel Zahav
14 - Hino Ao Músico Brasileiro
O Silvio faz os arranjos soarem como se fossem peças escritas originalmente para o violão, com todos os méritos e vicissitudes que a gente encontra no instrumento. Eu gosto de fazer as resenhas falando de cada faixa, mas no caso desse disco faz mais sentido falar de apenas algumas faixas, já que o nível de qualidade e polimento dos arranjos é impecável em todas elas.
O tema da Pantera Cor-de-Rosa talvez seja o melhor arranjo que eu já ouvi dessa música, e é preciso levar em conta que há dezenas de versões dessa música no violão. O mérito, novamente, é parecer que a peça nasceu no instrumento. O arranjo é jazzificado, como era de se esperar, tem walking bass e outras técnicas do jazz, mas também faz uso de efeitos percussivos e timbrísticos do violão de nylon.
Quem quiser ouvir esse arranjo e revisitar outros aspectos da obra do Silvio, pode ouvir o programa de Rádio em que Fábio Zanon escolheu algumas peças tocadas pelo Sílvio na parte final do programa (a partir de 43:00).
Por Una Cabeza é parte do filme "Perfume de Mulher", é uma canção do lendário Carlos Gardel e foi usada na cena antológica em que Al Pacino (um ex-combatente cego) convida uma moça que ele acabara de conhecer num restaurante de luxo a dançar um tango com ele. O arranjo é excepcional, um prato cheio pra quem gosta de tango e também um aperitivo para quem não conhece muito o estilo mas gostaria de tocar algo mais tradicional e menos Piazzola.
Sem querer me alongar muito (e eu poderia falar muito sobre a música, os temas, as cenas, etc), eu vou encerrar com "My Heart Will Go On", o tema do filme Titanic. Eu acredito que essa música deve ter feito muita gente chorar de emoção e também de raiva, afinal o filme ficou meses em cartaz e a música tocou exaustivamente em todas as mídias disponíveis na época. Mas o Sílvio dá um tratamento todo especial à peça, com seções e variações diferentes. Ele abre com harpejos bem cascateados, introduz o tema e começa a passear pelas idéias. A gente ouve um uso bem rico de harmônicos, diálogos entre os baixos e as primas, tremolo, seções com pulsação ritmica forte, enfim, um show de idéias. :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tema que eu acho lindo é Somewhere in Time.

Vou procurar como ficou esse arranjo e dependendo vou correr atrás para tirar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O arranjo de Somewhere in Time também ficou muito bonito, com glissandos e pizzicatos, ficou muito rico. Sofre um pouquinho com as vicissitudes do violão na hora de transcrever coisas do piano, mas nada que comprometa.

Quanto a comprar o disco, o Ivan conseguiu diretamente com o Síivio, não sei se tem em loja. Mande MP pro Ivan Paschoito aqui no fórum, ele é membro cadastrado.

Aqui o Silvio tocando Por Una Cabeza

E outra do mesmo disco, Hino ao Músico Brasileiro

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nunca ouvir falar desse violonista, mas, gostei.

O segundo vídeo tem vários fragmentos de Aquarela do Brasil, muito bom!!!

Agora, estou enganado ou ele tá tocando em um Digiorgio rsrs?

Share this post


Link to post
Share on other sites

É DiGiorgio, sim. O Sílvio começou a desenvolver carreira na década de 60, quando os DiGiorgios estavam em plena ascensão e eram excelentes violões.

Não sei se o Silvio continua sendo patrocinado, mas continua fiel.

Mas pra quem não sabe, DiGiorgio é em grande parte uma importadora, não fabrica mais o instrumento completo no Brasil, agora tem uma mescla de partes vindas da China.

Violão Feito no Brasil Luta Contra a Extinção

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tbm não conhecia o Silvio. Achei bem legal este vídeo:

https://youtu.be/2STlxyTXOrA

A partir dos 2:20 ele imita uma bateria de escola de samba dobrando as cordas do violão. Já tinha visto outros grandes violonistas fazendo isto mas não na proporção em que ele faz aqui! Nota dez o cara! !!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acredito que quem primeiro fez essa percussão no violão brasileiro foi o Canhoto na Marcha Triunfal Brasileira.

Você também vai ver isso com o Sebastião Tapajós. Lá pelos 2:50 vira percussão e termina com escola de samba. :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá a todos!

Em primeiro lugar, agradeço ao Eugenio pelas palavras gentis. Aqui em São Paulo, a Casa Amadeus vende os CDs do Sílvio. Contato: vendas[ARROBA]casaamadeus.com.br (Eles ainda não têm saite).

E aproveito para comunicar que os arranjos de "Por una cabeza" e "Hino ao músico", exatamente como o Sílvio os gravou, foram publicados pela minha pequena editora, chamada menosPapel. Não é propriamente um negócio, mas uma forma de divulgar e preservar algumas coisas do violão brasileiro. As tiragens são sempre pequenas e sob demanda. As partituras são distribuídas pela Ricordi e estão à venda pelo menos nas grandes lojas aqui do Brasil, como a Amadeus, a Freenote e a Musimed. Também não tenho um saite, mas o catálogo pode ser baixado aqui:

https://dl.dropboxusercontent.com/u/21821040/mP%20Catalogo_out14.pdf

Também na minha página do FaceBook estão disponíveis todas as capas, com alguns comentários adicionais sobre a edição. Já fizemos 46 títulos, alguns lançados pela primeira vez no mercado brasileiro. Foi também o Sílvio que preparou os arranjos de "Desafinado", "Chega de saudade", "Caminho das estrelas" e "Matuto", todos belíssimos, com a "marca" Santisteban... Foi a primeira vez que o Sílvio concordou em escrever seus arranjos para publicar e fiquei muito feliz por ter tido uma participação nisso.

Os próximos serão, provavelmente, "Moonlight serenade", arranjo meu e "Meu sofrer" De Noel Rosa e Henrique Brito, em arranjo do Edmar Fenício. Na fila ainda estão mais oito originais de Dilermando Reis (já publicamos doze) e alguns arranjos.

Obrigado.

Ivan

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×