Jump to content
Sign in to follow this  
CarlosEdu

João Gilberto e o processo de harmonia no Brasil

Recommended Posts

Curioso como parece que metade do mundo se diz influenciado por João Gilberto e a outra metade diz que ele não é lá essas coisas... :)

Tinhorão é um crítico que apesar de não ter nenhum apreço especial pela bossa nova, reconhece João Gilberto como o criador de algo original e o elogia. O uso dos termos espertalhão e malandro não foi num contexto de esculhambar.

O talento de Tom Jobim como compositor é indiscutível, mas João Gilberto nunca foi um mero reprodutor de acordes, ele sempre mudava as harmonias e arranjou um número imenso de canções, muitas delas anteriores à bossa-nova, como o choro-canção Curare. Dentre as harmonizações mais famosas estão as canções de Ary Barroso, como Aquarela do Brasil e Sandália de Prata.

Share this post


Link to post
Share on other sites

A minha questão com o João Gilberto é puramente pessoal, embora, goste muito do seu violão. Meu problema com a voz, não é se ele canta afinado ou canta bem, é simplesmente a forma que ele canta. Em relação ao que o Dilson falou, eu acho legal o jeito que o Chet Canta, mas, cantar para ele é secundário. Com o João Gilberto, é uma unidade que, para mim, não funciona toda hora, em alguns momentos fica bem legal, em outros, cansa e da um sono danado. Concordo com quem fala da importância do JB para a música brasileira. A questão principal é que ele abriu um novo leque de opções.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah tá, entendi a questão "espertalhão", se for no mesmo sentido que postaram antes rs.

Qt a João interpretando é como eu disse no inicio, em um vídeo, o próprio Tom diz que João, recriava e dessa forma resume bem a introdução

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu não sou capaz de avaliar a importância histórica ou qual é sua real influência. As pessoas que dizem que são influenciadas por ele soam muito diferentes, principalmente no que ele tem de melhor. Acho que ele tem uma certa elegância nos "voicings" dos acordes, um estilo próprio até, que não é reproduzido pelos seus "seguidores", ao mesmo tempo que há outros músicos de outros estilos que fazem isso muito bem ou até melhor. As divisões da melodia são interessantes, assim como muitos bons instrumentistas dividem também. Além do que, a voz baixa deixa o violão aparecer.

Eu chutaria que ele foi mesmo um espertalhão... Juntou as composições bonitas da galera da bossa, as divisões, os voicings, colocou tudo, espertamente, no violão. De qualquer forma, o meu exercício de ouvido era tirar os acordes que ele tocava. Não que eu tenha idade pra ter ouvido bossa na adolescencia, mas eu não curtia rock naquela época. Passei um dia todo pra tirar "aos pés da santa cruz" que começa, aliás, em E7M/G# eheh...

Edited by Amon

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sobre o uso das inversões, acho que esse patrimônio nem é tanto do Jobim assim. A gente tem que ver que a gente sempre usou inversões pois são práticas comuns do choro, com suas baixarias. Talvez Jobim quisesse ressaltar essa brasilidade. O que difere bastante da harmonia jazzística que é feita basicamente pelos acordes no estado fundamental (no contrabaixo).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Belo texto Amom, resumiu bem a esperteza do João...

Sobre as inversões creio que eram um tanto mais simples, Villa Lobos em genialidade e nas fugidinhas para tocar com os chorões, era bem visto por esses por ser estudado e tal (palavras do Humberto em seu livro sobre HVL); e vamos voltar tudo, pelo menos em 2 documentários do Jobim que assisti, ele fala que era fanzão do Villa e que buscava imita-lo, seja (no uso de chapéu, aparecer sempre com charutos nas entrevistas etc), mas que tentou na medida do possível absorver algo de sua música.

Tá, se pensarmos que o tchan procurado por Boscoli, Menescal, Nara, Lyra (falado no documentário que postei: "coisa mais linda..."), eram os acordes sofisticados e se inspiraram muito num jazzista: Barney Kessel, xii, voltemos a Villa Lobos e teremos isso

E isso

Uol, antecede a bossa, é inovador e é um show preciso de harmonias, cadencia, inversões, quem vem depois mesmo não sendo clássico fazendo isso com a música popular: Baden e Tom.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mas aí, temos de voltar e falar tb de Garoto, pois esse mexeu antes de tudo isso com a cabeça dos gringos que iam ao show de Carmen ver aquela maneira inovadora de tocar,


Agora veja que fantástico, que genial, Garoto que morreu em 1955 ou seja 6 anos antes da estréia do LP Chega de Saudade de João, e da Bossa Nova 1959 Elizeth Cardoso... Faz uma música com um nome profético rs,


Me digam com o que parece rs

 


Curiosamente na melhor biografia de Baden que li, ele fala que passou 5 anos (dos 16 aos 21), só tocando jazz, ouvindo Barney Kessel, e outros, acho que tem um que era Joe Paz nem lembro.
E quem dava umas dicas de harmonia para João em oculto: Baden (livro Chega de Saudade / Ruy Castro)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ser influenciado ou até mesmo ser um seguidor não significa reproduzir tudo igualzinho.

Chico Buarque, Caetano, Gil, todo eles reverenciam João Gilberto e o listam como principal influência, mas seguiram caminhos musicais distintos.

O mérito maior do João realmente foi o "pacote", mas o violão dele era diferente pra época.

É muito raro você ver alguém comentar de um instrumentista de fundo que chama a atenção.

Foi esse o caso com JG, ele tocou violão pra Elizeth na primeira gravação de Chega de Saudade e aquilo chamou a atenção.

Os únicos casos que me vêm à mente (no momento) de um músico acompanhante chamando a atenção são o Dino e o João Gilberto.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois é, mas eu gostaria de ver esses cantores desenvolverem-se a partir do trabalho mais musical do João. Nenhum desses tem a fineza dos voicings ou a divisão rítmica. Todo mundo ficou no clichê da batida (que em João tinha relação com a melodia) e no cantar mais suave. O uso do violão, então, por estes citados, não tem uma atenção especial. É o que me parece.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...