Jump to content
Sign in to follow this  
Dilson

Violão Clássico de Maple

Recommended Posts

Curiosidade

Sempre vi muitas violas, bandolins, cavacos com fundo e laterais de maple.

Nos fóruns acredito que mais de 90% dos violonistas encomendam seus violões sempre com jacarandá baiano ou indiano, até louro.

Mas raramente vejo alguém com violão de maple.

Lembro que alguns Torres eram de spruce e maple.

Porque o maple é utilizado em outros instrumentos acústicos de corda com mais frequência do que nos violões?

Alguém saberia dizer o que se ganha e o que se perde com essa madeira?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu tenho visto maple sendo usado em violões flamencos por alguns luthiers.

Justamente por ser uma madeira com menos sustain e ser mais percussiva e menos "profunda" do que os jacarandás.

Eu já toquei em um violão que tinha a caixa em maple, mas era um instrumento meio esquisito, trabalho mais de marceneiro do que de luthier.

A escala era de 54mm, o que tornou o braço largo demais pro meu gosto.

O som era interessante, mas como não era construção de primeira, difícil ter uma opinião melhor.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Dilson, muitos luthiers não gostam de cipreste porque é uma madeira muito mole.

Maple é usado como substituto do cipreste.

http://www.zavaletas-guitarras.com/zavaletas-blog/2015/7/19/the-guitar-and-its-woods

Maple

For centuries maple has been used in instrument making because its cross-grained structure allows it to be planed down to make light, but strong instruments. In the nineteenth century, it was widely used to make both fine classical and flamenco guitars. In fact, up to the 1930s, fine flamenco guitars continued to be made of maple which like cypress can be planned very thin, yet produces a somewhat fuller sound than cypress without being as mellow as rosewood. Some modern luthiers, such as Paulino Bernabé, Pedro de Miguel, and J. A. Pantoja Martin among others are again using maple to produce instruments with a sweet vivacious tone.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ignorância minha então, pensei que os violões flamencos fossem todos de cipreste.

O Sérgio Barbosa disse uma vez que o maple resolve muito bem o som meio espetado do violão clássico tradicional, deixando ele mais redondo e doce, porém perde-se um pouco de sustain.

Porém devido a baixa demanda raramente se fabrica violões de maple.

Edited by Dilson

Share this post


Link to post
Share on other sites

Maple até seria uma madeira bem mais ecológica do que os jacarandás, pois é abundante e cresce em tudo que é lugar de clima temperado.

Na região onde eu moro se consome maple pra tudo, tanto a madeira quanto a seiva, que é transformada em xarope, bebidas, doces, biscoitos, etc.

A folhinha na bandeira do Canadá é de maple.

canada13.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ignorância minha então, pensei que os violões flamencos fossem todos de cipreste.

O Sérgio Barbosa disse uma vez que o maple resolve muito bem o som meio espetado do violão clássico tradicional, deixando ele mais redondo e doce, porém perde-se um pouco de sustain.

Porém devido a baixa demanda raramente se fabrica violões de maple.

A imagem que me vem na cabeça, sempre é de uma madeira com veios bem bonitos e com aparências bem diversas entre si. Ela é, relativamente, comum em contra-baixo elétrico.

Interessante. E você sabe de algum vídeo para se ter uma, rápida, ideia do som? Nunca vi um instrumento de construtor brasileiro com o Maple.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×